Alvalade, Participar, Urbanismo

O que gostaria de mudar na Av. da Igreja

11, Dezembro 2014
  • O que gostaria de mudar na Avenida da Igreja - Uma Praça em Cada Bairro
    O que gostaria de mudar na Avenida da Igreja - Uma Praça em Cada Bairro

Os debates públicos no âmbito do programa “Uma Praça em cada Bairro” continuam a suscitar o interesse da população. A última sessão decorreu na Junta de Freguesia de Alvalade, polo da Rua Teixeira de Pascoais, no dia 11 de Novembro.

 “O que gostaria de mudar na Avenida da Igreja?” - foi esta pergunta o ponto de partida para a discussão da zona compreendida entre a Praça de Alvalade e a Av. da Igreja, área comercial por excelência, embora muito pressionada pelo trânsito e estacionamento automóvel.

A dirigir a mesa estiveram o presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, o vereador Manuel Salgado e o arquitecto Pedro Dinis, que apresentaram e explicaram o programa de forma a obter junto dos moradores, comerciantes e utilizadores sugestões para o local.

Um dos presentes sugeriu que se contemplasse para a Av. da Igreja uma pista ciclável, pois, ao contrário do que se pensa, os utilizadores das bicicletas deslocam-se facilmente aos espaços comerciais sem poluírem nem produzirem ruído para o ambiente. Referiu ainda que este meio de locomoção traz um ganho significativo de benefícios para a saúde publica e faz aumentar a área de circulação pedonal em detrimento da automóvel, explicando que se desloca diariamente entre o Parque das Nações e a Av. de Roma para trabalhar, preferindo a circulação pela Av. da Igreja em detrimento da pista ciclável da Av. do Brasil, por ser um trajeto mais curto e mais seguro.

Outro morador sugeriu que se estudasse um parque de estacionamento para automóveis fora da Av. da Igreja bem como uma maior zona de espaços arborizados e esplanadas. Por fim, uma utilizadora do Palácio dos Coruchéus referiu que o trajeto entre a Av. da Igreja e este é muito pouco seguro para quem anda a pé, sugerindo um estudo pedonal diferente para o efeito.

Os cidadãos que não puderam comparecer ao encontro poderão ainda participar preenchendo online o formulário da participação e entregá-lo até 31 dezembro 2014. Para mais informações, consulte aqui .

 

Mais informação

Mais notícias sobre:
Alvalade, Participar, Urbanismo