Município, Urbanismo

Obras de reabilitação no edificado degradado do antigo “Aquaparque”

15, Maio 2018

Estão em curso as obras para requalificação do espaço edificado em muito mau estado no antigo espaço anteriormente ocupado pelo “Aquaparque”, no seguimento da abertura ao público de toda a área exterior após trabalhos de renaturalização.

Com a demolição das antigas estruturas e consequente modelação de terreno, plantações e sementeiras de carácter florestal, garantiram-se clareiras de recreio, a recuperação de percursos, a instalação de um parque juvenil naturalizado e a abolição de obstáculos incluindo a retirada de toda a vedação que impedia o acesso. Com esta fase concluída, está em curso a empreitada de reabilitação do edificado existente de forma a albergar um parque infantil e juvenil coberto, aberto ao público. Esta segunda fase, agora em obra, prevê-se que esteja concluída para o final do ano.

Parte do edificado estará preparado para o lançamento de uma concessão pública que permitirá, ao futuro adjudicatário, vir a gerir uma cafetaria com serviço de “take-away” e sala para festas de crianças. 

Em relação ao parque infantil, tratam-se de vários espaços destinados a diferentes camadas etárias (4 áreas distintas: Primeira infância até aos 3 anos de idade / Pré-escolar, crianças entre os 3 e os 6 anos de idade / Escolar, crianças dos 6 aos 9 anos de idade / Adolescentes / crianças acima de 10 anos de idade). O acesso procede-se, prioritariamente pelo topo norte do edifício. Junto à entrada prevê-se uma zona de apoio com instalações sanitárias adequadas ao tamanho das criança e um fraldário. As 4 áreas distintas serão instaladas, de forma sequencial, em outros tantos espaços existentes, permitindo que as famílias com filhos passem a dispor de áreas tratadas e equipadas para as crianças de várias idades brincarem e jogarem em segurança.

A activação deste edificado com este uso será uma enorme mais-valia para o usufruto do Parque Florestal de Monsanto, sobretudo para esta área sudoeste tantos anos desaproveitado, servindo de polo de atracção para todo o ano, uma vez que a parte coberta torna-o atractivo em quaisquer condições climatéricas. 

Imagem do projeto (1)

Imagem do projeto (2)

Mais notícias sobre:
Município, Urbanismo