Areeiro, Arroios, Benfica

Olisipíadas sempre a subir

27, Fevereiro 2016
Com competições em sete modalidades, a fase local deste fim de semana das Olisipíadas, o mais participado nesta segunda edição, contou com cerca de 900 atletas.
  • Olisipíadas 2016 - Fase Local
    Olisipíadas 2016 - Fase Local

Os jogos da cidade já animam Lisboa e neste fim de semana, o mais participado desta segunda edição, mobilizaram cerca de novecentos atletas para mais uma jornada da fase local em oito modalidades: Ginástica, Voleibol, Atletismo, Basquetebol, Futebol, Xadrez, Rugby e Natação. Jorge Máximo, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa assistiu no sábado, 27, ao início do festival de ginástica no complexo desportivo do Casal Vistoso e afirmou que as Olisipíadas estão “imparáveis”. 

Com a realização do festival de ginástica, organizado pela Junta de Freguesia de Marvila e do Clube Oriental de Lisboa, decorreram já na cidade mais de trinta eventos desportivos, lembrou Jorge Máximo. O vereador aproveitou para revelar que o executivo camarário aprovou esta semana a apresentação de uma candidatura de Lisboa a Cidade Europeia do Desporto. 

Ambição, força e determinação é o espírito com que o vereador olha as Olisipíadas, um movimento que “não vai parar”. De resto, nas palavras de Jorge Máximo é muito devido a “esta pujança” que a candidatura vai avançar.

 

Ginástica e voleibol aquecem sábado gelado  

Foram mais de 120 as crianças que no sábado responderam à chamada e deram corpo no Casal Vistoso a um brilhante festival de ginástica. Cor, música, ritmo e alegria marcaram o compasso no pavilhão do complexo desportivo municipal, arrancando com frequência entusiasmadas palmas aos muitos familiares e amigos que assistiram nas bancadas. 

Marvila, Lumiar, Areeiro, Arroios, Benfica e Olivais foram as freguesias representadas, numa manhã fria de inverno mas quente de vontade, dedicação e sorrisos. Muitos sorrisos. 

Numa jornada não competitiva e enquadrada no espírito da modalidade “Ginástica Para Todos”, as várias equipas apresentaram de forma descontraída mas empenhada as suas performances nas vertentes rítmica, artística, acrobática, aeróbica e trampolim, onde não faltou a Capoeira. E no final experimentaram em conjunto os vários aparelhos de ginástica dispostos pelo pavilhão. 

Mais um festival que brilhou e contribui para o êxito das Olisipíadas, a Ginástica volta ao Casal Vistoso no próximo sábado, 5 de março, onde em paralelo decorrerá um Open Day do renovado Rocódromo, espaço de escalada que foi alvo de algumas melhorias.

A tarde foi dedicada ao voleibol e do centro histórico da cidade vieram as equipas representantes das freguesias de Campo de Ourique, Estrela, Misericórdia, Penha de França, Santa Maria Maior e São Vicente. A escola Nuno Gonçalves foi o local onde se desenrolaram os jogos.

A zona norte  mobilizou atletas das freguesias de Benfica, Carnide, Lumiar, Santa Clara e São Domingos de Benfica.

 

Com sol, da natação ao xadrez

No domingo, 28, o dia pôs-se soalheiro para acolher as dezenas de crianças que vieram experimentar na Pista de atletismo Moniz Pereira, na Alta da Cidade, provas de corrida de obstáculos, lançamento de bola e saltos em comprimento.

Já a escola secundária D. Diniz, na freguesia de Marvila, recebeu no seu pavilhão gimnodesportivo as primeiras equipas que vieram disputar a fase local de basquete, entre representantes de quatro juntas de freguesia da cidade. Com a área do pavilhão dividido em três campos e com as provas a decorrer simultaneamente, as várias equipas empenharam-se para ficar nos primeiros lugares da classificatória. 

Muitos pais e espetadores cercaram as bancadas torcendo pelas as equipas representativas das suas freguesias. 

Em piscinas cobertas o frio não entra, pelo que nas Avenidas Novas 115 nadadores deram o seu melhor para representarem as freguesias de Alvalade, Areeiro, Arroios, Avenidas Novas, Campolide e Santo António. A oriente, na piscina do Vale do Fundão, 140 jovens nadadores fizeram-se à água com afinco. 

O Rugby faz parte das Olisipíadas, Belenenses e Academia do Instituto Superior de Agronomia dão cartas na modalidade, pelo que nos campos do clube do Restelo cerca de cem atletas de Alcântara, Ajuda e Belém mediram forças e perícia. Com afinco mas sempre com fair play, pois afinal o espírito olímpico ilumina estes jogos da cidade de Lisboa.

E o Futebol claro, esse "desporto rei" sempre presente com futuros "ronaldos", em sonhos ou habilidade promissora, não faltou à chamada. A Junta de Freguesia de Alcântara organizou, o Pavilhão da Ajuda acolheu e as crianças não se fizeram rogadas entre fintas, habilidades e golos. Muitos golos, onde não faltaram as boas e empolgantes defesas, os aplausos, os gritos e... os abraços no final. 

Nem só de força e perícia física se fazem os jogos, pelo que o Xadrez não podia faltar e juntou 65 crianças no polo de São João da freguesia da Penha de França.