Ambiente

Pela primeira vez dois eventos em Lisboa inscritos na Semana Verde Europeia 2018

28, Abril 2018

Lisboa vê dois dos seus eventos distinguidos como Parceiros da Semana Verde Europeia:
 
1)    O 8.º Congresso Europeu de Jardins Botânicos , Povos e Plantas para um Futuro Sustentável (EUROGARD VIII – Eight European Botanic Gardens Congress: “Botanic Gardens, People and Plants for a Sustainable World) a decorrer entre 7 e 11 de Maio.
2)   Festival Solar, a decorrer entre 17 e 21 de Maio.
 
A EU GreenWeek, que na edição de 2018 elegeu o lema “Cidades mais verdes para um futuro mais Verde”, pretende dar visibilidade ao modo como as políticas europeias contribuem para que as cidades se transformem em melhores locais para viver e trabalhar.
 
Em maio, o Congresso EUROGARD VIII, no ano em que se celebram os 250 anos do Jardim Botânico da Ajuda, a decorrer no edifício da Reitoria da Universidade de Lisboa, e organizado com o Consórcio Europeu de Jardins Botânicos, Universidade de Lisboa, Instituto Superior de Agronomia e Câmara Municipal de Lisboa, contribui para o debate e divulgação da importância dos Jardins Botânicos para a investigação, divulgação e conservação de plantas e ecossistemas que, no contexto global actual, vai para além do seu papel tradicional assumindo uma importância crescente face aos desafios que resultam das alterações climáticas e crescente perda de biodiversidade. Ao longo de cinco dias discutem-se várias perspetivas da ação dos Jardins Botânicos, explorando o seu papel na ciência, alterações globais, preservação da biodiversidade, sustentabilidade, educação, turismo e lazer e património cultural.

O Festival Solar, organizado em parceria com a Lisboa E-Nova - Agência de Ambiente e Energia de Lisboa e com o apoio da Fundação EDP, terá lugar nos jardins do Museu da Eletricidade/Museu de Arte Arquitetura e Tecnologia (MAAT), entre 17 e 20 de maio, das 10h00 e as 20h00 e oferece atividades livres para toda a família. Convidamos a descobrir a importância e versatilidade da energia solar para uma sociedade mais eficiente e sustentável.

Durante os quatro dias será possível visitar exposições de fotografia e de protótipos de soluções tecnológicas de energia solar, na Tenda Ciência, que são alimentadas pela energia solar;  testar uma casa auto-sustentável cuja única fonte de energia é o sol; degustar refeições confecionadas por chefes em fornos solares na Cantina Solar; fazer o test –drive de carros solares; construir um robot pintor e uma cidade solar nas Oficinas da Universidade de Lisboa; ouvir contos sobre o astro rei ou despedir-se, a cada final de tarde,  ao som dos Cachupa Psicadélia – “Música para fazer fotossíntese”; JP Simões – “Luz do sol” ou Bruno Pernadas (Ensemble) – “The SUN RA Project”. No dia 18 haverá uma conferência sobre o tema, cuja abertura contará com a presença do presidente da Câmara e com o Ministro da Economia.

Mais notícias sobre:
Ambiente