Educação, Habitar, Intervenção social

Praxe solidária pinta Casal Ventoso

03, Outubro 2018
Num exemplo de cidadania, cerca de duas centenas de estudantes universitários participaram numa praxe solidária que visou limpar e pintar espaços comuns e muros exteriores dos lotes do Bairro do Loureiro, antigo Casal Ventoso.
  • Estudantes universitários marcam diferença com uma praxe solidária
    Estudantes universitários marcam diferença com uma praxe solidária

No âmbito do projeto municipal BIP-ZIP-Bairros e Zonas de Participação Prioritária, um grupo de estudantes universitários agarraram em pincéis, trinchas e latas de tinta e mostraram como se pode ser solidário num bairro que precisava de cara nova. A ação, promovida pela instituição Projeto Alkantara, decorreu em 3 de outubro e assinalou o 20.º aniversário do realojamento dos moradores do antigo Casal Ventoso.

A praxe solidária contou ainda com o apoio da junta de freguesia de Campo de Ourique e da GEBALIS, que forneceu tintas e pincéis. O projeto Casal Ventoso Sempre-BIP-ZIP ofereceu um lanche convívio entre estudantes e moradores, assim como as batas, luvas, toucas descartáveis, detergentes, sacos do lixo, plásticos para isolamento do chão, kit de primeiros socorros, entre outros.

Valéria Raposo, uma aluna da Escola de Enfermagem, estava feliz por poder ser praxada e participar. “Já faço voluntariado há muitos anos e não hesitei estar aqui hoje porque gosto de ajudar os outros e sentir-me útil”, afirmou.

Já João Gomes, do 2.º ano de Enfermagem, trajado a rigor, sublinhou que a iniciativa mostra "como devem ser feitas as praxes, de uma forma alegre, solidária e inclusiva, que sirva de exemplo para todos.”

Os universitários eram oriundos da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, da Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) + Solidário e da Federação Académica de Lisboa.