Areeiro, Desporto

Primavera recebida com a magia da Ginástica Rítmica

20, Março 2016
A final da Taça do Mundo de Ginástica Rítmica abrilhantou o complexo desportivo municipal do Casal Vistoso e abriu com chave de ouro a entrada na Primavera. Um domingo desportivo em cheio na “cidade da luz”, que contou com a participação ativa do vereador do Desporto, Jorge Máximo.

Magia é a palavra chave para um final de tarde radiante no pavilhão do complexo desportivo do Casal Vistoso, a marcar a entrada na Primavera com um autentico festival de cor, luz, ritmo e beleza. Foram as finais da Taça do Mundo de Ginástica Rítmica e do Torneio Internacional de Lisboa na modalidade, em 20 de março, a culminar quatro entusiasmantes dias de competição na capital portuguesa.

Jorge Máximo, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa participou no encerramento e na entrega das medalhas. “Um fim de semana grande”, afirmou o vereador, lembrando que para além das competições de ginástica Lisboa acolheu provas de cariz internacional como a Meia Maratona EDP, o campeonato europeu de Rugby e as manifestações desportivas no âmbito do Saint Patricks Day. 

Em direção ao topo

Com uma participação de atletas oriundos de 22 países, a quarta edição da Taça do Mundo de Ginástica Rítmica é já uma regularidade em Lisboa e contribui para afirmar a capital portuguesa no topo do panorama internacional do desporto, sublinha Jorge Máximo, que de manhã correu a Meia Maratona na Ponte 25 de Abril.

Os dois eventos juntaram em Lisboa mais de duzentas e cinquenta atletas, incluindo a elite mundial da modalidade que este ano se prepara com afinco para os Jogos Olímpicos do Rio. O vereador salienta que na prova terão estado seguramente algumas futuras campeãs.

Lisboa é candidata a Capital Europeia do Desporto e Jorge Máximo frisa que a autarquia tem recebido diversas propostas para a realização de eventos na cidade. A Ginástica Rítmica afirma-se como uma das mais belas modalidades desportivas, tem crescido na capital e é “o premium do desporto”, diz, lembrando a propósito que nas Olisipíadas as provas têm enchido pavilhões. 

Array
Mais notícias sobre:
Areeiro, Desporto