Comercio, Investir

Programa de Aceleração das Indústrias Criativas

25, Fevereiro 2017
  • Indústrias Criativas- CIM
    Indústrias Criativas- CIM

Oito das onze startups incubadas no Centro de Inovação da Mouraria (CIM) apresentaram os seus projetos finalistas da 1ª edição do Programa de Aceleração das Indústrias Criativas, numa sessão onde foram escolhidos os projetos vencedores, que teve lugar no CIM, no dia 24 de fevereiro. 

Assim, os projetos da Videolotion, da Sofia Alves Design, da S.Tile, da Transibéria Productions, da Elizab'Hats, da Obuq, da Tundra e da Corque Design - que durante 16 sessões ao longo de cinco meses tiveram acompanhamento ("mentoring, training & consulting") visando o desenvolvimento empresarial das suas ideias criativas - puderam apresentar-se perante um júri, para completar uma avaliação final que permitiu selecionar os projetos vencedores. Estes projetos recaem nas áreas do design, media, moda, música / eventos, azulejaria e joalharia.

Carla Sancho, do CIM, e Bernardo Gaeiras, das Criativas de Lisboa, e Frederico Cruzeiro Costa, da Sea - Social Entrepreneurs Agency, conduziram a apresentação do programa, destinado a "fazer acreditar que as ideias criativas se podem transformar em empresas e a ajudar o negócio a crescer". Por seu lado, para além de apresentarem os seus projetos, os jovens criativos aspirantes a empreendedores tiveram que responder às questões suscitadas pelos três membros do júri: Sandra Matos, José Vale, do IAPMEI, e Paulo Soeiro de Carvalho, diretor municipal de Economia e Inovação.

No final, os membros do júri foram unânimes nas seguintes conclusões: os projetos mantiveram a sua individualidade ao longo do processo; são de áreas diferentes às atualmente mais comuns (como as das tecnologias e do digital); e apresentam todos "trabalho de grande qualidade".

Antes do anúncio dos projetos vencedores, o vice presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Duarte Cordeiro, reafirmou a "enorme confiança da autarquia nas indústrias criativas, que queremos fazer crescer a par de outros setores da economia", constatando que Lisboa "tem capital de atração da criatividade, com grande potencial na geração de emprego". O autarca aproveitou a oportunidade para anunciar que alguns mercados municipais, como o de Santa Clara, irão acolher espaços expositivos ("showrooms") para estes jovens empreendedores. "O futuro dos vossos projetos é o futuro da cidade de Lisboa", concluiu Duarte Cordeiro.

Os projectos vencedores, contemplados com um prémio que consiste na prossecução do acompanhamento, com horas extra de consultoria individual, foram: Sofia Alves Design, S.Tile, Obuq, Tundra e Videolotion.

Array
Mais notícias sobre:
Comercio, Investir