Segurança

Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa

12, Abril 2018
A entrega de doze novas viaturas ao Regimento de Sapadores Bombeiros, marca o início do processo de renovação de uma frota "com uma média de idade superior a vinte anos".
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
  • Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa
    Renovação da frota do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa deu hoje "mais um passo na modernização, renovação e, acima de tudo, fortalecimento do Regimento de Sapadores Bombeiros" (RSB).

Fernando Medina, acompanhado do comandante do RSB, Pedro Patrício, e de João Paulo Saraiva, vereador dos Recursos Humanos e Finanças, falava na cerimónia que teve lugar esta tarde na Praça do Município, para assinalar a entrega, ao RSB, de novas viaturas: 10 veículos urbanos de combate a incêndio (VUCI), 1 veículo de apoio ao mergulho, 1 ambulância de socorro (ABSC), e 1 veículo tanque tático florestal (VTTF) – financiado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Para o presidente da autarquia, a medida insere-se num amplo processo de modernização, que visa "manter o regimento como uma instituição de excelência em Portugal no domínio da proteção civil e do combate aos incêndios".

"Queremos chegar em menos tempo, para resolver o maior número de eventualidades", sublinhou, considerando que este reforço da capacidade operacional permitirá mitigar as dificuldades há muito sentidas pelo RSB. A "eficácia de um serviço, mede-se pelos desastres que não ocorrem, e pelos riscos que conseguimos minorar", concluiu.

Além da abertura "em poucas semanas" do novo quartel da Baixa, Medina destacou ainda o "projeto maior deste mandato, que é a reconstrução integral do Quartel Central em Chelas".

Já este ano, ficou concluído o processo de entrega aos bombeiros, de equipamento de proteção de combate a incêndios estruturais, composto por capacete, cogula, luvas, botas de fogo, e fato de combate a incêndios (calça e casaco), num investimento total de 1 M€. Também este ano, o RSB irá contar com um reforço de 140 novos bombeiros, que se vão juntar aos 48 operacionais admitidos em 2017.

Novas viaturas

O VUCI, pelas suas características, é "um veículo destinado prioritariamente à intervenção nos incêndios em edificações. Contudo, face ao seu equipamento (carga) é ainda utilizado, entre outras, em situações de desencarceramento de vítimas de acidente, salvamento em edifícios, inundações e limpezas de via".

Numa cidade "vulnerável a vários tipos de riscos, (…) há a considerar a ocorrência de incêndios florestais". A aquisição do VTTF, ajudará a preservar uma vasta área verde em Lisboa (aproximadamente 1200 hectares), inseridos no perímetro urbano, em "espaços que abrangem diretamente 12 freguesias e uma população de 313.506 habitantes".

Considerando o "elevado número de ocorrências de emergência pré-hospitalar que ocorrem no município de Lisboa" a aquisição de uma nova ABSC pretende oferecer "mais garantias da prestação de um socorro permanente", neste âmbito.




Array
Mais notícias sobre:
Segurança