Cultura e Lazer

Silêncio e Memória - 23 prémios Nobel da Literatura

10, Dezembro 2018

Inaugurou hoje, dia 10 de dezembro, 20 anos volvidos sobre o primeiro e único prémio Nobel da Literatura português, a exposição “Silêncio e Memória – 23 Prémios Nobel da Literatura”, patente ao público a partir de hoje e até 24 de fevereiro de 2019 no Torreão Poente da Praça do Comércio. 

Na cerimónia de abertura o curador da exposição, o jornalista e repórter fotográfico espanhol Miguel Angel Invarato, explicou a origem desta explicação que conta com fotografias dos fotógrafos Kim Maresa, Xavi Ayen, onde se pretende mostrar o lado quotidiano e vivido dos 23 laureados com o Nobel da Literatura, na forma como escreveram o mundo, desafiaram a autoridade e nos ajudaram a perceber melhor o nosso tempo. 

Catarina Vaz Pinto, vereadora da cultura, lembrou o papel dos artistas na transformação do nosso mundo, assinalando que o Prémio Nobel português, José Saramago, passou a ter hoje um largo com o seu nome e que a biblioteca das Galveias, local onde Saramago passou muitas das suas horas de escrita e a investigar para os seus romances tem também uma sala com o seu nome. 

A exposição desenrola-se através de um conjunto de salas onde podemos ouvir as palavras e vozes dos 23 escritores, numa imersão sonora da autoria de Xavier Batlés, conhecer algumas das obras e olhar os escritores no seu dia-a-dia, nos seus locais de trabalho, nas suas relações do quotidiano. 

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer