Ambiente, Município

Vinho Tinto também recebe prémio

04, Junho 2018
A Vinha da Câmara Municipal de Lisboa, através do seu vinho Corvos de Lisboa ganha outra medalha de ouro logo no ano de estreia, agora com o seu vinho tinto

Corvos de Lisboa, Tinto 2017, o vinho produzido no Parque Vitivinícola de Lisboa (junto Parque da Bela Vista), resultado da parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Casa Santos Lima, foi distinguido com uma medalha de Ouro na edição de 2018 do Concours Mondial de Bruxelles 2018.

A 25ª edição do Concours Mondial de Bruxelles decorreu em Pequim entre 10 e 14 de maio, onde estiveram à prova mais de 9000 vinhos, de 48 países produtores, e avaliados por cerca de 330 jurados de mais de 50 países.

Relembre-se que a vinha, plantada em 2014, nasceu de um desafio lançado pelo vereador  José  Sá  Fernandes a José Luís Oliveira da Silva, presidente do Conselho de Administração da ‘Casa Santos Lima, Companhia das Vinhas, S.A.’, a maior produtora e exportadora da Região Vitivinícola de Lisboa, sediada em Alenquer, com o propósito de promover esta região e afirmar os seus excelentes vinhos nos hábitos dos portugueses e dos lisboetas em particular.

A primeira vindima da Vinha do Parque Vitivinícola Municipal, junto ao Parque da Bela Vista, ocorreu em setembro de 2017, sendo, portanto, este vinho, agora o Tinto, distinguido logo no seu ano de estreia, o que constitui mais um incremento para o prestígio que esta Região Vitivinícola vem cada vez mais granjeando, sobretudo num momento em que Torres Vedras e Alenquer, que representam duas denominações de origem (D.O.C.) da Região de Lisboa, foram distinguidas Cidade Europeia do Vinho 2018.

Mais notícias sobre:
Ambiente, Município