Investir, Município

Web Summit fica em Lisboa pelos próximos dez anos

03, Outubro 2018

A maior cimeira mundial dedicada à internet e tecnologia continuará a ser realizada em Lisboa pelos próximos dez anos. Uma década que poderá colocar Lisboa no mapa dos grandes acontecimentos mundiais sobre tecnologia de ponta. 

Na conferência de imprensa marcada para a manhã de quarta feira, dia 3 de outubro, Paddy Cosgrave começou por referir estar muito satisfeito por ficar em Lisboa pelos próximos dez anos, deixando um grande obrigado ao presidente da CML e ao primeiro-ministro pela proposta e pelo interesse em manter a Web Summit em Portugal. Disse ainda que se sentiu muito calorosamente acolhido, juntamente com a sua equipa, em Lisboa e que esse fator que teve grande peso na decisão de ficar, salientando também o grande potencial de crescimento com que a cidade pode potenciar o evento. Cosgrave referiu que recebeu excelentes propostas de Theresa May (Grã-Berteanha) e de Pedro Sanches (Espanha), mas o seu coração ficou preso a Lisboa e é aqui que quer continuar. “Estamos a planear um grande futuro e vamos tornar a Web Summit, em Lisboa, em algo muito melhor do que já é” rematou. 

Fernando Medina começou por dizer visivelmente satisfeito: “Ganhámos”, referindo-se à competição “aberta e leal  em que Lisboa conseguiu por de pé a melhor proposta e com isso ganhar e apoiar o desenvolvimento da nossa cidade e economia”. Fernando Medina acrescentou ser este um acordo com um sentido estratégico capaz de proporcionar uma mudança no país: “Lisboa vai saber aproveitar as oportunidades para atrair investimento e emprego, de modo a torná-la numa referência de criatividade e tecnologia”. Como resultado já das edições anteriores, Fernando Medina apontou os frutos já alcançados como a atração de polos tecnológicos, referindo-se à Mercedes, Google, BMW entre outros. A decisão passou também por investir e aumentar o complexo da FIL em articulação com o Altice Arena num “espírito de transformação e de avanço na esteira dos 20 anos da Expo 98”. Fernando Medina terminou deixando votos de maior sucesso para as próximas realizações da Web Summit. 

António Costa dirigiu-se em inglês a Paddy Cosgrave dizendo que “quando a Web Summit cresce, nós crescemos contigo”. Deixou também uma palavra de especial agradecimento a Fernando Medina pela condução da negociação que levou à fixação da Web Summit em Lisboa pelos próximos dez anos. “Ter o Web Summit em Lisboa e em Portugal é projetar a imagem do nosso país como um país da inovação e da tecnologia. Só conseguimos mais emprego e melhores salários com mais inovação. Este é um compromisso para as novas gerações e significa que Portugal está a mudar enquanto país de oportunidades e do conhecimento”, acrescentou o primeiro ministro. 

Seguiu-se um período de perguntas e respostas onde o ministro da economia, Manuel Caldeira Cabral, confirmou aos jornalistas que os apoios anuais à Web Summit se situará na ordem dos onze milhões. 

Mais notícias sobre:
Investir, Município