Programação Lusco-fusco 2018

O Lusco-fusco está de volta ao pátio do Polo Cultural Gaivotas | Boavista, para a sua 3.ª edição.

Durante os meses de verão, de julho a setembro, oferece uma programação cultural diversificada que contempla música, cinema, performance e gastronomia internacional.

A programação inspira-se no território onde o Polo se insere, procurando o envolvimento de agentes e entidades culturais residentes neste eixo da cidade.

Para o pátio do Polo, onde noutros tempos crianças brincavam, convidamos agora, não só miúdos mas também graúdos, a voltar ao espaço desta antiga escola primária, hoje centro para a criação artística, e a (re)descobrir, ocupar e fruir deste lugar  em sessões de cinema ao ar livre, concertos, dj sets, performances ou jantares temáticos.

Abrimos o nosso portão ao lusco-fusco de verão em Lisboa.

Entrada livre, sujeita à lotação do pátio.

Julho

3 JUL | Concerto | Djumbai Jazz

19h00
Maio Coopé fundou o Djumbai Djazz em 1999, em Lisboa, como um projeto de pesquisa intencionado a revisitar os ritmos sonâmbulizados da história da Guiné-Bissau. Centrado em sonoridades tradicionais guineenses como o Ngumbé, Brocxa e Djambadon, o repertório da banda traduz também a influência de outras sonoridades da África Ocidental.

Apresentado pela Filho Único
(m/6)

4 JUL | Cinema | No País do Cinema | Os Olhos do Farol, de Pedro Serrazina + História Imortal, de Orson Welles

21h30
Os Olhos do Farol: Numa ilha rochosa um faroleiro vive isolado com a sua filha. Enquanto o pai vela pela segurança dos barcos que passam, sem outra companhia, a menina desenvolve uma cumplicidade única com o mar e com os brinquedos que sob a forma de objetos e ao ritmo das ondas vão sendo empurrados para a praia.
Portugal – 2010 – 15 min
História Imortal: Macau, século XIX, Mr. Clay é um rico comerciante no final de vida. Tem como única companhia um funcionário chamado Levinsky, que numa noite lhe conta a história lendária de um idoso que oferece a um marinheiro certa quantia para engravidar a sua esposa. Sem mulher ou herdeiros, Clay decide tornar este conto verdade, com a ajuda de Levinsky.
França – 1967 – 58 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

9 JUL | Performance | De um lado e de outro, Sofia Dias & Vítor Roriz

21h30
Reposição da performance criada pelos artistas Sofia Dias & Vítor Roriz no âmbito da Traça – Mostra de Filmes de Arquivos Familiares organizada pelo Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca, em 2017, em parceria com o Alkantara, inspirada e concebida a partir da coleção de vídeo amador de Acácio de Carvalho, morador na Madragoa.
30 min, seguido de conversa.

(a classificar pela CCE)

11 JUL | Cinema | No País do Cinema | História Trágica com Final Feliz, de Regina Pessoa + O Sul, de Victor Erice

21h30
História Trágica com Final Feliz: Há pessoas que contra a sua vontade, são diferentes. Tudo o que desejam é serem iguais aos outros, misturarem-se na multidão. Há quem passe o resto da vida lutando para conseguir isso, negando ou tentando abafar essa diferença. Outros assumem-na e dessa forma elevam-se, conseguindo assim um lugar junto dos outros… no coração.
Portugal – 2005 – 8 min
O Sul: O filme é visto através do olhar de uma menina que se defronta com os mistérios em seu redor. Mistérios da vida que vai descobrindo e se lhe vão revelando até se tornar uma adolescente e então deixar o espaço em que quase sempre permaneceu.
Espanha – 1983 – 95 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

18 JUL | Cinema | No País do Cinema Visita ou Memórias e confissões, de Manoel de Oliveira

21h30
Realizado no início dos anos oitenta para ser visto como filme póstumo, “Visita ou Memórias e Confissões” levou Manoel de Oliveira a filmar a casa da Rua da Vilarinha, no Porto, que foi a sua casa de família desde que se casou em 1940 e durante cerca de quatro décadas.
Portugal – 1993 – 73 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

19 JUL | Jantar + Concerto | De Panelas e Bagagens, comunidades e gastronomias: Itália + Francesco Di Carlo

20h30
O Chef Nuno Carrusca (Água no Bico) apresenta uma interpretação de pratos típicos da gastronomia italiana, a partir do conceito de cozinha inclusiva com as dietas paleo, vegan, vegetariana e crudívora. Para acompanhar, o músico Francesco Di Carlo, num concerto intitulado “As coisas simples – Viagem italiana para acordeão e voz”, interpreta canções em homenagem à cultura italiana.
O concerto conta com o apoio do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa
Preço do jantar: €15 (inclui 1 bebida, 1 prato, 1 sobremesa)
Sujeito a marcação prévia: 910 111 470 | aguanobico.gaivotas@gmail.com

 (m/6)

25 JUL | Cinema | No País do Cinema | Um Homem sem Passado, de Aki Kaurismäki

21h30
M - não sabemos o seu verdadeiro nome - chega a Helsínquia à procura de trabalho. Nessa mesma noite, é espancado por três marginais e dado como morto. No entanto, sobrevive e amnésico é acolhido por um grupo de pessoas sem-abrigo e de moradores do porto da cidade, dando início a um processo de construção de uma nova identidade.
Finlândia – 2002 – 97 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

26 JUL | DJ set | Slug Beetle

19h00
Desafio lançado à Rádio Quântica, estação de rádio online sediada na Rua das Gaivotas 6, que apresentará um DJ set de Slug Beetle, autor de programa próprio na rádio, numa actuação ao vivo de música eletrónica experimental, improvisada no momento, e com influências idm e jazz.
Apresentado pela Rádio Quântica

(m/6)

Agosto

1 AGO | Cinema | No País do Cinema | O Intervalo, de Leonardo di Constanzo

21h30
A cidade de Nápoles é governada pela organizacão mafiosa Camorra. Este grupo aprisiona o jovem Salvatore num edifício fechado, ordenando-lhe que fique de olho na atrevida Verónica. Apesar dos contornos misteriosos do seu encarceramento, os dois jovens tornam-se cúmplices e decidem explorar juntos a sua vasta prisão.
Itália – 2012 – 90 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

8 AGO | Cinema | No País do Cinema | A Dama de Chandor, de Catarina Mourão

21h30
Aida, a Dama de Chandor, tem oitenta anos e vive sozinha num palácio perdido numa aldeia goesa, três décadas após a libertação do poder colonial português. Este documentário conta a sua história, acompanhando o seu esforço diário para preservar a todo o custo a casa onde vive, símbolo visível e palpável da sua identidade que sente ameaçada.
Portugal – 1999 – 90 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

9 AGO | Concerto | Luís Severo

19h00
Foi com o seu quarto longa-duração “Cara D’Anjo” em 2015 que Luís Severo assinou pela primeira vez com o seu nome, deixando cair o anterior nome artístico O Cão da Morte, seguindo-se o ano passado o transversalmente celebrado longa duração “Luís Severo". Discos de uma sofisticada confiança, o seu charme e brilho que a tantos tocou parece resultar de o seu autor ter encontrado o equilíbrio optimizado entre talento e técnica que procurava para o seu ofício da escrita de canções, dado que persistência nunca lhe faltou.

Apresentado pela Filho Único

(m/6)

15 AGO | Cinema | No País do Cinema | Bonjour, de André Godinho + Gipsofila, de Margarida Leitão

21h30
Bonjour: André vê um filme ao pequeno almoço. Curta-metragem de André Godinho, estreada na edição de 2012 do FUSO – Anual de Vídeo Arte Internacional de Lisboa e com uma forte referência ao filme “Bonjour Tristesse” (1958), de Otto Preminger.
Portugal – 2006/2012 – 5 min
Gipsofila: Uma mulher (a realizadora) decide filmar as suas visitas à avó. No silêncio da casa, a câmara captura a relação singular entre estas duas mulheres com 50 anos de diferença. Com a passagem dos dias, a experiência do filme e da vida começam a confundir-se.
Portugal – 2015 – 61 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière.

(m/12)

16 AGO | Jantar + Concerto | De Panelas e Bagagens, comunidades e gastronomias: Brasil + Samba Que Te Canto

20h30
O Chef Nuno Carrusca (Água no Bico) apresenta uma interpretação de pratos típicos da gastronomia brasileira, a partir do conceito de cozinha inclusiva com as dietas paleo, vegan, vegetariana e crudívora. Para acompanhar, os músicos do projeto “Samba Que Te Canto”, conduzir-nos-ão numa viagem pelos ritmos do samba, como o Maxixe, Ijexá, Congada, Jongo, por entre tantos outros.
Preço do jantar: €15 (inclui 1 bebida, 1 prato, 1 sobremesa)
Sujeito a marcação prévia: 910 111 470 | aguanobico.gaivotas@gmail.com

(m/6)

22 AGO | Cinema | No País do Cinema | Ruínas, de Manuel Mozos + A Casa Esquecida, de Teresa Garcia

21h30
Ruínas: Fragmentos de espaços e tempos, restos de épocas e locais onde habitam memórias e fantasmas. Vestígios de coisas sobre as quais o tempo, os elementos, a natureza, e a própria ação humana modificaram e modificam. Com o tempo tudo deixa de ser, transformando-se eventualmente numa outra coisa. Lugares que deixaram de fazer sentido, de serem necessários, de estar na moda.
Portugal – 2009 – 60 min
A Casa Esquecida: Ivo e Tomás são dois vagabundos voluntários que alimentam a alma de caminhos. De vez em quando fazem uma paragem e retomam depois a estrada. Uma vez, com o sol no máximo e um calor abrasador, o deserto que atravessam parece não ter fim. Já não têm água… ao final do dia, já sem forças, deixam-se cair junto a um arbusto seco. É então que vêem ao longe uma luz. Põem-se a caminho da casa…
Portugal – 2004 – 45 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

23 AGO | DJ set | Tiago Sousa

19h00
Desafio lançado à Rádio Quântica, estação de rádio online sediada na Rua das Gaivotas 6, que apresentará um DJ set por outro dos artistas com quem colaboram, de música clássica e minimalista / contemporânea, por Tiago Sousa, compositor e pianista do Barreiro, que faz o programa “A claridade dos gestos obscuros” na rádio.
Apresentado pela Rádio Quântica

(m/6)

29 AGO | Cinema | No País do Cinema | Polifonias – Paci è Saluta, Michel Giacometti, de Pierre-Marie Goulet

21h30
Um filme a várias vozes que, em homenagem a Michel Giacometti, vai ao encontro de culturas populares, no passado e no presente, no Alentejo e na Córsega para testemunhar trocas e partilhas onde ninguém perde a identidade nem as raízes, antes as reanima no contacto com o outro.
Portugal – 1997 – 82 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

Setembro

5 SET | Cinema | No País do Cinema | O Salão de Música, de Satyajit Ray

21h30
O “Salão de Música” conta a história de um aristocrata sem descendência, que desbarata a fortuna realizando sumptuosos espetáculos musicais privados. À beira da ruína, prepara um derradeiro serão, destinado a ultrapassar em extravagância todos os anteriores.
Índia – 1959 – 195 min
Programação No País do Cinema: Os Filhos de Lumière

(m/12)

6 SET | Jantar + Concerto | De Panelas e Bagagens, comunidades e gastronomias: México + Espírito Nativo

20h30
O Chef Nuno Carrusca (Água no Bico) apresenta uma interpretação de pratos típicos da gastronomia mexicana, a partir do conceito de cozinha inclusiva com as dietas paleo, vegan, vegetariana e crudívora. Para acompanhar, os músicos do projeto “Espírito Nativo” apresentam o concerto “Son de México”, que divulga a música mexicana em Portugal nas suas diferentes expressões.
Preço do jantar: €15 (inclui 1 bebida, 1 prato, 1 sobremesa)
Sujeito a marcação prévia: 910 111 470 | aguanobico.gaivotas@gmail.com

(m/6)

10 Set | Performance | Skool Daze, Colectivo Lost Content, direção Mirró Pereira

21h30
Espetáculo de ficção-documental que ausculta memórias voluntárias e involuntárias sobre os dias de escola. A construção do espetáculo acontece com base na pesquisa e investigação de documentos, registos encontrados no edifício sede do Polo Cultural Gaivotas | Boavista, e testemunhos de antigos alunos da escola primária que aí funcionou entre 1911 e 2006. Gisela Duque Pereira, Joana Barros, Joana Von Bonhorst, João Gambino, Mirró Pereira e Pedro Costa são o colectivo de criadores Lost Content e irão percorrer os corredores das suas próprias memórias dos tempos de escola e os da memória deste espaço no coração de Lisboa, atravessando a neblina de quase um século em Portugal, desde a República aos nossos dias.

(A classificar pela CCE)