Avenidas Novas, Cultura e Lazer

8ª Jornadas de Toponímia de Lisboa

28, Outubro 2016
O Teatro Aberto, na Praça de Espanha, foi novamente o palco para acolher as oitavas Jornadas da Toponímia de Lisboa desta vez dedicada às Geografias dos Topónimos. Durante dois dias, de 27 a 28 de outubro, especialistas de diversas áreas debateram e apresentaram comunicações relacionadas com a nomenclatura que enforma as ruas da cidade.
  • 8ª Jornadas de Toponímia de Lisboa
    8ª Jornadas de Toponímia de Lisboa

Temas tão diversos sobre as novas toponímias dos bairros sociais na sua articulação com a vivência de quem lá habita, a permanência e a evolução dos nomes em bairros históricos como a Madragoa, a importância de Francisco Grandela e a construção do bairro Grandela em São Domingos de Benfica como espelho de uma visão da época ou os jornalistas literários que se imortalizam nas ruas de Lisboa, foram apresentados a uma plateia de historiadores, sociólogos, geógrafos, olisipógrafos e muitos interessados num campo do conhecimento que dá conta da vida, da simbologia e da história da nossa cidade. 

Também não faltou espaço para debate envolvendo a participação do público. 

Na sessão de encerramento a vereadora da cultura, Catarina Vaz Pinto agradeceu a participação de todos congratulando-se com o “quão diversificado é o público que assiste a estas sessões” verificando que a toponímia desperta um interesse de um conjunto muito variado pessoas.

Catarina Vaz Pinto, anunciou que, no próximo ano, por ocasião do programa Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura, "a Câmara de Lisboa vai promover dois programas dedicados à toponímia: a rota dos escravos e a rota dos locais ibero-americanos e a partir daí vamos fazer uns roteiros e mostrar como a nossa cidade desde sempre integrou esses países, essas cidades, essas culturas na sua própria história”.

Array
Mais notícias sobre:
Avenidas Novas, Cultura e Lazer