Cultura e Lazer

ARCOlisboa 2019

08, Maio 2019
  • ARCOlisboa 2019
    ARCOlisboa 2019

Já se conhece a programação da 4ª edição da Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa (ARCOlisboa 2019), que decorre, sobretudo, na Cordoaria Nacional, de 16 a 19 de maio.

A apresentação aconteceu durante uma conferência de imprensa realizada nos Paços do Concelho, no dia 8 de maio, e que contou com a participação da vereadora da Cultura, Catarina Vaz Pinto, de Eduardo López-Puertas, diretor do IFEMA - Feria de Madrid, de Maribel López, diretora da ARCO, e Cristina Guerra, do comité organizador do certame lisboeta. Presentes estiveram ainda a secretária de Estado da Cultura, ângela Ferreira, e o embaixador de Espanha em Portugal, Francisco Villar.

Na ocasião, catarina Vaz Pinto considerou este evento "um marco" na projeção internacional de Lisboa, "ponto de encontro de artistas e galeristas" e "um momento muito especial, mobilizador de toda a cidade". A autarca manifestou a convicção de Lisboa ser cada vez mais "uma cidade global" mas que se afirma pela "matriz multicultural do seu caráter identitário", facilitando a abertura aos outros continentes - e África tem este ano um lugar especial no grande evento.

O diretor da Feria de Madrid (IFEMA), Eduardo López-Puertas, agradeceu ao presidente da CML, Fernando Medina, e à vereadora Catarina Vaz Pinto, "o empenho e o apoio concedido a esta realização desde a ediçaõ inaugural, em 2016. "Lisboa é uma das cidades mais atrativas da Europa", assim justificando López-Puertas a opção por Lisboa na estratégia de internacionalização da ARCO de Madrid - uma das maiores e mais prestigiadas feiras de arte contemporânea em todo o mundo. Mas "Lisboa tem um modelo único de feira e é, por isso, esta é um dos principais ativos do IFEMA", concluiu aquele responsável.

Maribel López, diretora da ARCO, apresentou detalhadamente o modelo e a programação desta edição, que caraterizou como sendo de "crescimento e de contenção": crescimento nos conteúdos a alcance e contenção na utilização do espaço, que permanece o mesmo (a Cordoaria Nacional). A galerista Cristina Guerra, do comité organizador, destacou a participação de sete galerias africanas como sendo a especificidade desta edição, constatando com satisfação que "todas as instituições envolvidas, públicas e privadas, se têm mobilizado em torno da ARCOlisboa".

A ARCOlisboa 2019 é uma organização conjunta da Câmara Municipal de Lisboa e da Feria de Madrid - IFEMA e pretende mostrar aos colecionadores e ao grande público "as vanguardas históricas, os clássicos contemporâneos e a arte atual". Estarão representadas 71 galerias selecionadas, de 17 países: 52 no Programa Geral, 11 na secção Opening e 9 de projetos de artistas. Também estarão representadas no módulo "África em Foco" 6 galerias provenientes quatro países desse continente (a que se junta outra, presente nos projetos de artistas).

A programação é completada com diversas atividades, como o Programa Internacional de Colecionadores, os debates e conferências Millennium Art Talks, o Encontro de Museus e o Arts Libris. Conheça toda a Opens external link in new windowprogramação aqui.

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer