Arroios, Avenidas Novas, Participar

Uma Praça em cada Bairro: Saldanha e Picoas

05, Dezembro 2014
  • Uma Praça em cada Bairro: Saldanha e Picoas
    Uma Praça em cada Bairro: Saldanha e Picoas

As intervenções previstas para o Saldanha e Picoas, no âmbito do programa da CML “Uma Praça em cada Bairro, intervenções em espaço público” foram discutidas, 4 de dezembro, no Mercado 31 de Janeiro, na quinta sessão de debate público deste programa.

Estas sessões visam promover a discussão dos projetos em curso, recolhendo novas ideias junto dos moradores. O objetivo é melhorar a qualidade do espaço público de proximidade; aumentar o espaço pedonal, organizando o trânsito automóvel; privilegiar as deslocações mais sustentáveis em marcha a pé, bicicletas e transportes públicos; e promover a apropriação e fruição dos espaços públicos pela comunidade, incentivando o seu uso coletivo e contribuindo para desenvolver uma cultura de convivência social nos espaços públicos.

Na discussão sobre Saldanha e Picoas esteve presente Fernando Medina, vice-presidente da CML, os presidentes de junta de Arroios e Avenidas Novas e o arquiteto Pedro Dinis, da CML.

Nas Avenidas Novas/Picoas, área localizada no eixo central terciário de Lisboa, com uma centralidade marcada pelo edifício sede da Portugal Telecom e pelo Centro Comercial Imaviz e Hotel Sheraton, residem mais de 11 mil pessoas. Em perspetiva está a redução do espaço rodoviário ao canal central da Av. Fontes Pereira de Melo, a uniformização do espaço público, criação de uma estrutura arbórea unificadora da Praça, integração de um canal de mobilidade suave e percurso pedonal acessível entre as rotundas do Marques de Pombal e de Entrecampos, concentrando o seu papel de interface através da relocalização das paragens da Av. Fontes Pereira de Melo/Picoas.

A Praça Duque de Saldanha, localizada no principal eixo terciário da cidade, tem na vizinhança mais de 13 mil residentes e é o centro de uma área que concentra muita atividade comercial e terciária. Em perspetiva está aumentar o espaço pedonal de estadia principal junto ao edificado, permitir áreas de esplanadas, potenciar o efeito cénico da Praça no remate urbano da Avenida da República, apostar na eliminação do estacionamento à superfície na Praça e integrar o percurso pedonal acessível entre as rotundas do Marques de Pombal e de Entrecampos.

Entre os moradores, presentes nesta sessão, as preocupações e propostas apresentadas centraram-se na questão do tráfego na Fontes Pereira de Melo, na criação de mais espaços pedonais e de lazer, no alargamento e conservação dos passeios e na arborização de mais áreas.

O programa “Uma Praça em cada Bairro” é promovido pela CML, em colaboração com as 24 juntas de freguesia de Lisboa. Até 31 de dezembro todos podem participar com ideias, seja durante os debates ou através da seguinte ligação neste site.

No final de Janeiro de 2015 a CML, após a recolha de todas as sugestões, apresentará as alterações propostas às praças. O próximo passo será a elaboração do projeto de execução que dará início às obras.