Início » Visitar » Sabores de Lisboa » Ginjinha

Ginjinha

A ginja (cereja ácida), pequeno fruto redondo de cor vermelha escura e sabor agridoce, é originária da Ásia Menor, sendo já comum em Portugal nos séculos XV e XVI.
O licor de ginja ou ginjinha, aromático e de graduação alcoólica equilibrada, começou por ser uma bebida da classe burguesa em virtude do seu elevado preço. Aos poucos foi aparecendo nas tabernas, tornando-se numa das mais populares bebidas portuguesas e na bebida típica de Lisboa.
Normalmente a ginjinha bebe-se ao balcão e pede-se  “com elas” ou “sem elas” (com o fruto no fundo do copo ou não). Antes de servir a garrafa deve ser fortemente agitada e deve beber-se à temperatura ambiente.
Vai uma ginjinha?

RECEITA
1 kg açúcar
1 kg ginja
2,5 l aguardente
1 pau canela
Lave as ginjas, seque-as e retire os pés (mas não os caroços). Coloque as ginjas numa garrafa de licor com a boca um pouco larga, cubra com o açúcar, o pau de canela e no fim a aguardente. Tape a garrafa hermeticamente.
Guarde a garrafa num lugar escuro e agite diariamente durante a primeira semana. Deixe descansar durante três meses até que os sabores estejam totalmente incorporados no álcool. Agora a ginjinha está pronta a ser bebida, mas é muito melhor após um ano. Sirva com algumas ginjas em cada copo.