Início » Viver » Ambiente » Biodiversidade » Fauna da Cidade

Fauna na Cidade

Podarcis Hispanica

Em Lisboa podemos encontrar animais pertencentes a vários grupos faunísticos: quer vertebrados (aves, mamíferos, répteis, anfíbios e peixes); quer invertebrados (insetos, aracnídeos, vermes).

Encontram-se por toda a cidade embora alguns só habitem em locais específicos como o Parque Florestal de Monsanto e outras matas (Mata de Alvalade, Mata do Vale do Silêncio, Mata do Vale Fundão, Mata da Madredeus) ou no estuário no Rio Tejo.

Os animais na cidade têm um papel importante na polinização das flores (aves e insetos), na dispersão das sementes (aves), no arejamento do solo (toupeiras, minhocas), etc.

O grupo com maior representatividade em Lisboa é o das aves. O mais numeroso o dos invertebrados.

Espécies mais comuns em Lisboa:

Aves

Em zonas edificadas:

  • andorinha, coruja-das-torres, estorninho-malhado, pardal-comum; pombo-das-rochas.

 Em parques, jardins e baldios:

  • alvéola-branca, carriça, chamariz, melro-preto, periquito-de-colar, pintassilgo, pisco-de-peito-ruivo.

 Em zona florestal, como Monsanto e outras matas:

  • chapim-preto, chapim-real, estorninho-preto, gaio, mocho-galego, perdiz, tentilhão-comum.

 Junto às margens do rio Tejo:

  • andorinha-do-mar-anã, corvo-marinho-de-faces-brancas, gaivota-argêntea, garajau, guincho-comum, pato-real, gaivina-preta, pilrito-sanderlingo, garça-real, cegonha.

Mamíferos

No Parque Florestal de Monsanto e outras matas poderão ser observados ou encontrados vestígios de:

  • coelho-bravo, rato-do-campo, musaranho, toupeira, esquilo-vermelho, ouriço-cacheiro, saca-rabos, gineta, raposa.


Um pouco por toda a cidade e em grande número podem ser vistos:

  • gato, cão, ratazana-preta, ratazana-comum, rato-doméstico, morcego.

Répteis e Anfíbios

Alguns podem ser encontrados um pouco por toda a cidade:

  • lagartixa, rã, osga.

Outros só se encontram em Monsanto e em outras matas ou parques:

  • sardão, cobras, sapos, cágados, salamandras

Peixes

O rio Tejo é o habitat de peixes como:

  • enguia, taínha, robalo, xarroco.


Em alguns lagos de jardins é frequente encontrar peixes como:

  • peixe-vermelho, pimpão, carpa, gambússia, perca-sol.

Invertebrados

Sendo o grupo mais abundante é também o que apresenta maior número de espécies, que podem ser encontradas por toda a cidade, havendo algumas mais abundantes em jardins e matas:

  • várias borboletas, abelha, libélula, joaninha, formiga, carocha, barata, gafanhoto, minhoca, grilo, cigarra, alfaiate, aranha, bicho-de-conta, maria-café, centopeia.