Informação sobre a lagarta do pinheiro na cidade de Lisboa

Novembro 21, 2018

No âmbito do plano integrado de controlo da lagarta do pinheiro na cidade de Lisboa, os serviços da CML têm vindo a levar a efeito, durante o corrente mês de novembro, a avaliação das necessidades de intervenção em várias zonas da cidade, bem como a remoção mecânica e destruição de ninhos, através de incineração.

Este programa iniciado em junho último estende-se até abril de 2019 e recorre a diversos métodos e meios de luta, nomeadamente, biotécnicos, microbiológicos, químicos e mecânicos.

Em Lisboa a processionária ou lagarta do pinheiro afeta pinheiros e cedros, mas principalmente o pinheiro-manso, espécie ornamental muito comum em parques, jardins públicos, escolas e jardins-de-infância, locais frequentados por população de grupos etários mais vulneráveis (crianças, jovens e idosos)

O contacto com a lagarta pode traduzir-se em irritação cutânea com prurido, ardor, pele vermelha, inchaço ou irritação ocular. A inalação dos pelos da lagarta pode desencadear tosse ou dificuldade respiratória. Estes sintomas podem surgir alguns minutos ou horas após o contacto com a lagarta.

Evite a lagarta do pinheiro e zonas infestadas e impeça que as crianças e os animais toquem nas lagartas.

Cartaz

Mais informação