Percurso na investigação de uma nova planta em exposição na Estufra Fria

Julho 05, 2018

Patente no Centro de Interpretação da Estufa-FriaÀ descoberta de uma nova Espécie tem como ponto de partida a exposição itinerante A descoberta de uma nova espécie. Uma mostra organizada pelo Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUNHAC) que retrata o percurso feito por investigadores portugueses desde a observação de uma planta desconhecida, numa saída de campo realizada em 2005 no Alentejo, até à certeza de se tratar de uma nova espécie que recebeu o nome Zygodon catarinoi (2006). 

A presente exposição acrescenta dois núcleos, com o propósito de permitir um entendimento mais alargado e contextualizado do trabalho de um investigador. O núcleo Saída de Campo  recorre a vários materiais pessoais indispensáveis a um investigador, para dar a conhecer os preparativos para uma saída de campo. Incluí alguns dos objectos originalmente utilizados na saída de campo de 2005. 

O núcleo Observação e Pesquisa apresenta diferentes processos e técnicas de identificação e verificação de um espécime. São apresentados não apenas os instrumentos e meios utilizados aquando da descoberta do espécime objecto central desta mostra, mas também outros recursos e técnicas à época não necessários. 

A exposição pode ser visitada até 28 de outubro, das 10h00 às 19h00, e tem entrada livre mediante ingresso na Estufa-Fria.