Projeto Urban Waste ganha novos compromissos pela sustentabilidade

28, Novembro 2018
Copenhaga (Dinamarca), Siracusa (Itália) e Cavala (Grécia) são as novas aderentes da carta de compromisso com uma gestão sustentável dos resíduos e a promoção da economia circular.

A terceira Assembleia Geral do Urban Waste, um projeto europeu destinado a mitigar os impactos na produção de lixo em cidade com forte incremento turístico, reuniu em Lisboa no dia 27 de novembro para um balanço. Durante o encontro, que junta responsáveis de várias cidades-piloto, a carta de compromisso com uma gestão sustentável dos resíduos e promoção da economia circular ganhou novos aderentes. 

Copenhaga (Dinamarca), Siracusa (Itália) e Cavala (Grécia) assumem agora desenvolver esforços para reduzir a produção de resíduos na área turística, melhorar a eficiência dos recursos, criar sinergias com os vários atores da comunidade e intensificar ações de sensibilização em torno da sustentabilidade e da economia circular.  

Lisboa assinou a carta de compromisso em janeiro deste ano, Portugal está ainda representado pela cidade de Ponta Delgada. 

Conhecer, partilhar e reduzir

Na reunião o técnico municipal Manuel Severino fez uma apresentação sobre o sistema de tratamento e recolha de resíduos em Lisboa, coube a Pedro Vaz, do gabinete do vice-presidente da autarquia e responsável pela Higiene Urbana, salientar a importância do projeto para a cidade, pois “permite conhecer e colaborar com outras cidades, promover a troca de experiências e aprofundar a aprendizagem”, disse. 

“Nos últimos anos Lisboa sofreu uma forte pressão nesta área, adiantou Pedro Vaz, que revelou um crescimento de três por cento de produção de resíduos, superior à média nacional, e afirmou o objetivo de reduzir substancialmente este número. 

Os membros do projeto Urban Waste estão em Lisboa até dia 29, com um programa de atividades que envolve partilha de experiências e boas práticas, visitas e apresentação de resultados. 

Destaques para uma apresentação do gabinete do vereador do Ambiente e Energia, José Sá Fernandes, sobre Lisboa Capital Europeia Verde 2020, uma visita ao Neya, um hotel com preocupações ambientais, e a apresentação de resultados das cidades-piloto, que decorre dia 29 na Biblioteca Galveias. 

O balanço final do Urban Waste decorre em maio do próximo ano, com a realização da quinta e última assembleia geral.