Olisipíadas: Bandeira da Ética entregue a Fernando Medina

29, Junho 2018
Lisboa é o primeiro município português a receber esta distinção

Fernando Medina recebeu das mãos do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, a Bandeira da Ética, que distingue o trabalho de promoção dos valores éticos nos diversos programas desportivos municipais, com grande afirmação nas Olisipíadas. O momento aconteceu durante a cerimónia de prémios de mérito desportivo às juntas de freguesia, agrupamentos de escolas e associações participantes na quarta edição dos jogos da cidade, e contou ainda com a participação do vice-presidente da autarquia e responsável pelo Desporto, Duarte Cordeiro.

A bandeira, atribuída pelo Plano Nacional de Ética no Desporto (programa da responsabilidade do IPDJ), é pela primeira vez entregue a um município português e reconhece as melhores práticas de promoção da ética desportiva implementadas em todos os jogos das Olisipíadas, como a utilização do Cartão Branco, que premeia atitudes e comportamentos éticos demonstrados por atletas e demais agentes desportivos, e a leitura do Juramento da Ética no início dos jogos.

Isso mesmo lembrou o secretário de Estado do Desporto, que enalteceu o trabalho de Lisboa nesta área e lembrou Martim, um jovem participante que recebeu ao longo dos jogos "mais de meia dúzia de cartões brancos, o chamado cartão do fair play". João Paulo Rebelo lembrou ainda que a cidade será Capital Europeia do Desporto em 2021, “um orgulho para todos nós” e afirma esperar que Lisboa seja “exemplo inspirador para todo o país”. 

Movimento imparável

“Esta é uma sessão de agradecimento e de reconhecimento da cidade”, afirmou o presidente da autarquia, para quem as Olisipíadas “são hoje um movimento imparável que mobilizam milhares de pessoas todos os anos” Fernando Medina lembrou que esta é uma iniciativa iniciada no mandato anterior com  objetivo de recuperar os Jogos de Lisboa e sublinha o seu sucesso, em constante crescimento. O edil agradece a participação de atletas, clubes, associações, coletividades e escolas, particularmente das juntas de freguesia, sem as quais, vinca, “as Olisipíadas não teriam esta expressão”.

Nesta sua quarta edição, as Olisipíadas registara mais de 17 mil inscrições nas 15 modalidades em competição e nas quatro modalidades adaptadas a pessoas com deficiência.

Das 62 escolas participantes, 15 foram agora distinguidas com o Prémio de Mérito Desportivo Escolas, 11 das 24 freguesias participantes receberam também prémios de Mérito Desportivo e a uma foi atribuído o Prémio Espírito Desportivo (Lista no final da notícia).

As Olisipíadas são uma iniciativa organizada pelo município de Lisboa e pelas 24 untas de freguesia da cidade , em parceria com os Comités Olímpico e Paralímpico de Portugal, associações e federações desportivas, clubes e agrupamentos escolares, com o intuito de promover a prática de atividade física regular junto das crianças e jovens da cidade, em particular as que não estão integradas no sistema desportivo formal.

Prémios

Mérito Desportivo: Associação Ester Janz, Centro Cultural das Crianças do Cruzeiro e Rio Seco, escolas básicas Alexandre Herculano, Francisco Arruda, Frei Luís de Sousa, Homero Serpa, Mestre Arnaldo Louro de Almeida, Raul Lino, Rosa Lobato Faria, Sampaio Garrido, Santo Amaro e São João de Deus, Escola Grémio de Instrução Liberal de Campo de Ourique, Escola Secundária António Damásio e Sociedade Promotora de Educação Popular.

Mérito Desportivo Juntas de Freguesia: São Vicente, Estrela, Avenidas Novas, Marvila, Arroios, Olivais, Ajuda e Campo de Ourique. 

Espírito Desportivo: Junta de Freguesia de Campo de Ourique.