Início » Viver » Educação » Oferta Escolar » Projetos Cofinanciados

Pacto 2020 – Pacto para o desenvolvimento e coesão territorial – Candidaturas aprovadas

AVISO N.º LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA LUÍZA NETO JORGE

 

Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino – Infraestruturas Educativas para o Ensino Escolar (Ensino Pré-escolar, Básico e Secundário)


Designação do projeto: Beneficiação Geral e Espaços Exteriores da Escola Básica Luíza Neto Jorge

Código do projeto: LISBOA-07-5673-FEDER-000071

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 13-03-2018

Data de início: 18-12-2017 

Data de conclusão: 30-04-2020

Custo total: 1.841.306,90 EUR

Custo total elegível: 110.206,88 EUR

Apoio financeiro da União Europeia/FEDER: 55.103,44 EUR

Apoio financeiro público nacional: 55.103,44 EUR

Objetivo: A presente Operação consiste na Beneficiação Geral e Arranjos Exteriores da Escola Básica Luíza Neto Jorge, equipamento localizado na Junta de Freguesia de Marvila e pertencente ao Agrupamento de Escolas D. Dinis.

Após a intervenção, a capacidade estabelecida no âmbito desta candidatura é de 5 salas de aula de 1.º ciclo (130 alunos) e 3 salas de pré-escolar (75 crianças).

AVISO LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA TEIXEIRA DE PASCOAIS


Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino - Infraestruturas Educativas para o ensino Escolar (Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário)

Designação do projeto: Escola Básica Teixeira de Pascoais – Beneficiação Geral e Espaços Exteriores

Código do projeto: Operação LISBOA 07-5673-FEDER-000048

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação.

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 12-09-2019

Data de início: 21-10-2015

Data de conclusão: 31-10-2019

Custo total: 2.618.060,01 EUR

Custo total elegível: 1.023.500,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia / FEDER: 511. 750,00 EUR

Apoio financeiro público nacional: 511. 750,00  EUR

Objetivo: A presente Operação consiste na Beneficiação Geral do edifício escolar afecto ao 1º ciclo do ensino básico e espaços exteriores da Escola Básica Teixeira de Pascoais, pertencente ao Agrupamento de Escolas de Alvalade.


 

AVISO N.º LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA LISBOA N.º 36


Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino – Infraestruturas Educativas para o Ensino Escolar (Ensino Pré-escolar, Básico e Secundário)

Designação do projecto: Beneficiação Geral e Espaços Exteriores da Escola Básica Lisboa N.º 36

Código do projecto: LISBOA-07-5673-FEDER-000049

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 12-09-2017

Data de início: 16-11-2015

Data de conclusão: 31-10-2019

Custo total: 2.239.195,00 EUR

Custo total elegível: 1.097.675,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia/FEDER: 548.837,50 EUR

Apoio financeiro público nacional: 548.837,50 EUR

Objetivo: A presente Operação consiste na Beneficiação Geral e Arranjos Exteriores da Escola Básica Lisboa N.º 36, equipamento com uma capacidade atual de 10 salas de aula de 1.º ciclo (260 alunos) e 2 salas de pré-escolar (50 crianças), localizado na Junta de Freguesia dos Olivais e pertencente ao Agrupamento de Escolas Piscinas-Olivais.
Após a intervenção, a capacidade estabelecida é de 9 salas de aula de 1.º ciclo (234 alunos) e 3 salas de pré-escolar (75 crianças).

 

AVISO LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA QUINTA dos FRADES

 

Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino - Infraestruturas Educativas para o ensino Escolar (Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário)

Designação do projeto: Escola Básica Quinta dos Frades - Ampliação

Código do projeto: Operação LISBOA 07-5673-FEDER-000035

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 3 de Março de 2017

Data de início: 7 de novembro de 2016

Data de conclusão: 28 de fevereiro de 2018

Custo total: 455 199,12 EUR

Custo total elegível: 455 199,12 EUR

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER 227 599,56 EUR

Apoio financeiro público nacional: 227 599,56 EUR

Objetivo: A operação consiste na ampliação do edificado escolar em mais quatro salas de aula.

Antes da ampliação da EB Quinta dos Frades
Antes da ampliação da EB Quinta dos Frades
Antes da ampliação da EB Quinta dos Frades
Antes da ampliação da EB Quinta dos Frades
Bloco ampliado com publicitação do co-financiamento da Obra de Ampliação
Bloco ampliado com publicitação do co-financiamento da Obra de Ampliação

AVISO LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA CORUCHÉUS


Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino - Infraestruturas Educativas para o ensino Escolar (Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário)


Designação do projeto: Beneficiação Geral e Espaços Exteriores da Escola Básica Coruchéus

Código do projeto: Operação LISBOA 07-5673-FEDER-000041

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 25-05-2017

Data de início: 03-11-2015

Data de conclusão: 30-06-2019

Custo total: 1.704.251,39 EUR

Custo total elegível: 806.725,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER 403.362,50 EUR

Apoio financeiro público nacional: 403.362,50 EUR

Objetivo: A presente Operação consiste na requalificação e ampliação da Escola Básica Coruchéus, estabelecimento com 8 salas de 1.º ciclo e capacidade total para 208 alunos, inserido no Agrupamento de Escolas Rainha Dona Leonor em Lisboa, freguesia de Alvalade

 

AVISO N.º LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA DOM LUÍS DA CUNHA


Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino – Infraestruturas Educativas para o Ensino Escolar (Ensino Pré-escolar, Básico e Secundário)


Designação do projecto: Beneficiação Geral e Espaços Exteriores da Escola Básica Dom Luís da Cunha

Código do projecto: LISBOA-07-5673-FEDER-000040

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 25-05-2017

Data de início: 09-10-2015

Data de conclusão: 30-06-2019

Custo total: 1.518.395,00 EUR

Custo total elegível: 1.110.900,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER – 555.450,00 EUR

Apoio financeiro público nacional: 555.450,00 EUR

Objetivo: A presente Operação consiste na Beneficiação Geral e Arranjos Exteriores da Escola Básica Dom Luís da Cunha, equipamento com uma capacidade de 7 salas de aula de 1.º ciclo (182 alunos) e 3 salas de pré-escolar (75 crianças), localizado na Junta de Freguesia de Alvalade e pertencente ao Agrupamento de Escolas Vergílio Ferreira

 

AVISO LISBOA-73-2016-02 – ESCOLA BÁSICA BAIRRO DE SÃO MIGUEL



Desenvolvimento das Infraestruturas de Ensino - Infraestruturas Educativas para o ensino Escolar (Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário)

Designação do projeto: Beneficiação Geral e Arranjos Exteriores da Escola Básica Bairro de São Miguel

Código do projeto: Operação LISBOA 07-5673-FEDER-000042

Objetivo principal: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

Região de intervenção: Área Metropolitana de Lisboa

Entidade beneficiária: Município de Lisboa

Data de aprovação: 25-05-2017

Data de início: 30-10-2015

Data de conclusão: 30-06-2019

Custo total: 2.025.505,51 EUR

Custo total elegível: 1.293.750,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER 646.875,00 EUR

Apoio financeiro público nacional: 646.875,00 EUR

Objetivo: A Operação consiste na requalificação de todo o estabelecimento escolar, com 16 salas de 1.º ciclo com uma capacidade total de 416 alunos, localizado na freguesia de Alvalade em Lisboa /Agrupamento de Escolas Rainha Dona Leonor

 

 

 

 

 

ARPE - Programa de Apoio ao Alargamento da Rede de Educação Pré-Escolar

Em 2008, através de despachos conjuntos dos Ministérios das Finanças e da Administração Pública, do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação, foi criada uma linha de apoio financeiro especificamente para cofinanciar iniciativas de alargamento da rede de estabelecimentos de educação pré-escolar.

Esta linha de financiamento, com candidaturas nos anos de 2008 e 2009, foi disponibilizada aos Municípios e Instituições Particulares de Solidariedade Social e abrangeu os concelhos pertencentes à Área Metropolitana de Lisboa.

O Município de Lisboa tem três equipamentos de pré-escolar com financiamento aprovado no âmbito do Programa de Apoio ao Alargamento de Rede de Educação Pré-Escolar.

Obras concluídas e em funcionamento

1.    Jardim de Infância do Lumiar – construção de equipamento de pré-escolar em terreno autónomo, com quatro salas de atividades, com uma capacidade máxima para 100 crianças, inaugurado em 7 de Setembro de 2010.
   

Custo Total: 1,120,461.97€

Custo Total Elegível: 488,030.93€

Montante Comparticipado (Estado Português): 243,681.57€

Investimento Municipal: 876,780.40€

  



2.    Jardim de Infância da Pena – construção de equipamento de pré-escolar com três salas de atividades, com uma capacidade máxima para 75 crianças, localizado no recinto da Escola Básica Lisboa n.º 1, inaugurado em 4 de Outubro de 2010.

 

Custo Total: 855,251.79€

Custo Total Elegível: 320,810.30€

Montante Comparticipado (Estado Português): 160,405.15€

Investimento Municipal: 694,846.64€


     

3.    Jardim de Infância de Alvalade – construção de equipamento de pré-escolar com três salas de actividades, com capacidade máxima para 75 crianças, localizado no recinto da Escola Básica Teixeira de Pascoais, inaugurado em 7 de Setembro de 2010.

 

Custo Total: 618,171.02€

Custo Total Elegível: 349,130.11€

Montante Comparticipado (Estado Português): 174,565.06€

Investimento Municipal: 443,605.96€


     

 

 

 

 

QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional

O Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) constitui o enquadramento para a aplicação da política comunitária de coesão económica e social em Portugal no período 2007-2013, assegurada pela concretização, com o apoio dos Fundos Estruturais e do Fundo de Coesão, por todos os Programas Operacionais, de três grandes Agendas Operacionais Temáticas, que correspondem aos seguintes domínios essenciais de intervenção: o potencial humano, os fatores de competitividade da economia e a valorização do território. No caso de Lisboa, a apresentação de candidaturas é formalizada através de concursos divulgados no sítio na internet do Programa Operacional Regional de Lisboa (PORLisboa).

 

 Programa Operacional Regional de Lisboa (PORLisboa)

QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional - Candidaturas Aprovadas

Candidatura Aprovada em Regime de Aprovação Condicionada – Overbooking - Escola Básica Sarah Afonso

Eixo Prioritário 3 – “Coesão Social”
Medida: “Requalificação da Rede Escolar de 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”

Designação da Operação: Escola Básica Sarah Afonso
Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER-001066
Data de Início da Operação: 28/02/2014
Data de Conclusão da Operação: 30/09/2015

Custo Total: 3,291,419.85 €
Custo Total Elegível: 937,500.00 €
Comparticipação FEDER: 608,958.67 €
Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível
Investimento Municipal: 2,682,461.18 €

A Escola Básica Sarah Afonso, sita na Rua Almada Negreiros, pertence ao Agrupamento de Escolas Santa Maria dos Olivais e à Junta de Freguesia dos Olivais. Esta escola funciona como centro escolar num edifício com uma capacidade de 10 salas de aula de 1.º ciclo (260 alunos) e 4 salas de pré-escolar (100 crianças).
Esta escola foi alvo de obras de Grande Remodelação em todo o edifício principal, englobando simultaneamente a substituição integral de coberturas (anteriormente em fibrocimento), pavimentos e redes de infraestruturas (esgotos, eletricidade, entre outros). No exterior foi construído um pavilhão polidesportivo, com a dupla função de servir a escola e a comunidade.

Após a presente intervenção, verifica-se a existência de espaços de utilização comum, tais como quatro salas da escola, que podem ser utilizadas para diversas atividades, uma cozinha, com espaços próprios para a conservação de alimentos, e que permite a confeção local das refeições, um refeitório, a biblioteca, onde funciona também um centro de recursos, sala de professores, e no exterior foi construído um campo de jogos, com balizas e tabelas de basquetebol.

A requalificação destas instalações conduziu a uma melhoria das condições de funcionamento deste equipamento, beneficiando deste modo a população escolar que o frequenta.

Descrição
Edifício requalificado
N.º salas de aula de 1.º ciclo do ensino básico: 10
N.º salas de jardim-de-infância: 4
Capacidade total 1.º CEB: 260 alunos
Capacidade total pré-escolar: 100 crianças
Biblioteca/centro de recursos: 1
Cozinha e espaços de refeitório: 1
Pavilhão polidesportivo: 1
Áreas de recreio diferenciadas para as crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo
Campo de jogos

Data de inauguração da escola: 22 de setembro de 2015.

 

Fachada Principal
Refeitório
Sala de Aula do 1º Ciclo

Candidatura Aprovada em Regime de Aprovação Condicionada – Overbooking - Escola Básica São João de Brito

Eixo Prioritário 3 – “Coesão Social”
Medida: “Requalificação da Rede Escolar de 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”

Designação da Operação: Escola Básica São João de Brito
Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER-001063
Data de Início da Operação: 31/01/2011
Data de Conclusão da Operação: 12/06/2012

Custo Total: 1,282,646.70 €
Custo Total Elegível: 1,056,250.00 €
Comparticipação FEDER: 686,562.49 €
Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível
Investimento Municipal: 596,084.21 €

A Escola Básica São João de Brito tem as valências de Pré-escolar e 1.º Ciclo, faz parte do Agrupamento de Alvalade e está inserida na freguesia de Alvalade em Lisboa.
A intervenção efetuada na Escola Básica São João de Brito envolveu a beneficiação de todas as salas e espaços comuns da escola, num total de 13 salas de aula, bem como a construção de um novo edifício destinado ao ginásio/sala polivalente com balneários, vestiários e instalações sanitárias com adaptação a pessoas com mobilidade reduzida. A sua localização no recinto escolar permite a utilização pela comunidade envolvente. Foram ainda requalificados a biblioteca, sala de professores e sala de computadores. A intervenção no equipamento também envolveu uma remodelação profunda na cozinha/refeitório que permitiu a implementação de um sistema de confeção local e o incremento do espaço de refeitório. Foram globalmente melhorados todos os espaços de circulação e todas as salas existentes. Procedeu-se também à substituição e/ou limpeza dos pavimentos, bem como a substituição integral da cobertura (anteriormente em fibrocimento). Foi igualmente assegurada a substituição ou reparação das várias redes de infraestruturas, como as de saneamento, de água, eletricidade e as redes de comunicações.
A intervenção permitiu posteriormente a criação de uma sala de jardim-de-infância com instalações sanitárias de uso exclusivo, transformando este estabelecimento num Centro Escolar com 1º ciclo e jardim de infância com 12 salas de 1.º ciclo e 1 de pré-escolar a que corresponde uma capacidade máxima de 312 alunos e 25 crianças, respectivamente.

Descrição
Requalificação/e ampliação
N.º salas de aula de 1.º Ciclo do Ensino Básico: 12
N.º de salas de actividade de Educação Pré-escolar: 1
Capacidade total 1.º CEB: 312 alunos
Capacidade total Pré-escolar: 25 crianças
N.º salas polivalentes: 1
Biblioteca/centro de recursos: 2
Cozinha e espaços de refeitório: 1

Data de inauguração da Escola: setembro de 2011.

 

Fachada da Escola
Ginásio
Sala de Aula do 1º Ciclo

Candidatura Aprovada em Regime de Aprovação Condicionada - Overbooking - Escola Básica Convento do Desagravo

Eixo Prioritário 3 – “Coesão Social”
Medida: “Requalificação da Rede Escolar de 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”

Designação da Operação: Escola Básica Convento do Desagravo
Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER-001065
Data de Início da Operação: 22/10/2013
Data de Conclusão da Operação: 06/07/2015

Custo Total: 3,704,063.60 €
Custo Total Elegível: 2,575,467.66 €
Comparticipação FEDER: 1,671,551.94 €
Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível
Investimento Municipal: 2,032,511.66 €

A Escola Básica Convento do Desagravo é um Centro Escolar com as valências de pré-escolar e 1.º Ciclo, faz parte do Agrupamento de Escolas Gil Vicente e está inserida na freguesia de São Vicente em Lisboa. Tem 16 salas de 1.º ciclo e 3 salas de Jardim de Infância, a que corresponde uma capacidade respectiva de 416 alunos e 75 crianças. Dispõe das seguintes valências: 1 Biblioteca; 1 sala de informática; 1 sala de audiovisuais e 1 sala de “coro alto” - estes dois espaços ficarão separados por portas de recolher que permitem unificar o espaço caso seja necessário; 1 ginásio; 1 polivalente; 1 cozinha, 2 refeitórios; 1 copa de lanches; 1 sala de professores; 1 sala de direcção; 1 secretaria; 1 anfiteatro ao ar livre; instalações sanitárias adequadas às faixas etárias das duas valências e instalações sanitárias adaptadas a pessoas com mobilidade condicionada; balneários; salas de expressão plástica; salas de expressão dramática e recreios descobertos individualizados para o 1.º ciclo e para o JI.

Descrição
Edifício novo
N.º salas de aula de 1.º Ciclo do Ensino Básico: 16
N.º de salas de actividade de Educação Pré-escolar: 3
Capacidade total 1.º CEB: 416 alunos
Capacidade total Pré-escolar: 75 crianças
N.º salas polivalentes: 2
N.º salas de educação plástica/musical: 2
Biblioteca/centro de recursos: 1
Cozinha e espaços de refeitório: 3

Data de inauguração da Escola: 21 de Setembro de 2015.

 

Biblioteca
Fachada Principal
Sala de Atividades

Plano Tecnológico da Educação

Eixo Prioritário 1 –“Competitividade, Inovação e Conhecimento”
Medida: “Economia Digital e Sociedade do Conhecimento – Plano Tecnológico da Educação

Código da Operação: LISBOA-01-001-FEDER-000383

Data de Início da Operação: 12/07/2007

Data da Conclusão da Operação: 31/12/2012

 

Custo Total LAN`s: 184.500,01€

Custo Total Elegível: 66.000,00€

Comparticipação FEDER: 26.400,00€

Taxa de Comparticipação: 40% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 158.100,00€

 

Custo Total Quadros Interativos: 128.067,62€

Custo Total Elegível: 95.040,00€

Comparticipação FEDER: 38.016,00€

Taxa de Comparticipação: 40% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 90.051,62€

 

A Câmara Municipal de Lisboa integrou a candidatura conjunta, liderada pela Área Metropolitana de Lisboa (AML), no âmbito do Concurso -  Aviso n.º 3 da  "Economia Digital e Sociedade do Conhecimento – Plano Tecnológico da Educação” com projetos que visam integrar as TIC nos processos de ensino e aprendizagem, no âmbito do Plano Tecnológico da Educação para o 1º ciclo do Ensino Básico. O Município de Lisboa apresentou candidatura nas tipologias de Quadros Interativos e LAN’s/Wireless.
Neste âmbito foi cofinanciada a colocação de 66 Quadros Interativos, para as 66 escolas, passíveis de serem elegíveis no âmbito da presente candidatura, tendo igualmente obtido aprovação a colocação de Lan’s/Wireless em 22 escolas.

 

Programa Orquestra Geração - Lisboa

Eixo Prioritário 1 –“Competitividade, Inovação e Conhecimento”
Medida:Promoção e Capacitação Institucional” - Orquestras Sinfónicas Juvenis - Programa Orquestra Geração - Lisboa

Código da Operação: LISBOA-01-0527-FEDER-000733

Data de Início da Operação: 01/10/2011

Data da Conclusão da Operação: 31/08/2013

 

Custo Total: 350.944,00€

Custo Total Elegível: 296.600,00€

Comparticipação FEDER: 118.640,00€

Taxa de Comparticipação: 40% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 232.304,00€

O Programa Orquestra Geração é um projeto centrado na ação e desenvolvimento social através da música inspirado no “Sistema de Orquestas Infantiles e Juveniles de Venezuela”. O projeto tem como objetivos o desenvolvimento de orquestras juvenis em escolas do 1.º e 2º ciclo do ensino básico, bem como contribuir para a inserção e desenvolvimento das crianças e jovens, promover a autoestima das crianças e das suas famílias, aproximar os pais do processo educativo dos filhos, fomentar a igualdade de oportunidades, combater o abandono e insucesso escolar e conter a exclusão social, principalmente em bairros onde o tecido familiar é muito frágil.

 

A Câmara Municipal de Lisboa deu início ao “Programa Orquestra Geração Lisboa” no ano letivo 2010/2011, nas escolas Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles - Boavista e Alexandre Herculano - Ajuda. E logo nesse ano frequentaram a Orquestra 66 alunos.

 

No sentido de se alargar o Programa Orquestra Geração, foi aberto, no ano letivo 2012/2013, mais um polo de Orquestra na escola do Armador - Chelas, onde foram, ainda, criadas condições para receber as práticas coletivas da Orquestra Geração Lisboa.

 

O Programa já envolve quase 100 crianças e jovens, na generalidade, oriundos de contextos sociais extremamente diversificados que de um modo geral, dificilmente teriam acesso ao ensino da música e à prática de orquestra se não fosse a sua inclusão ativa na Orquestra Geração Lisboa.

 

Apesar do curto período de existência da Orquestra Geração Lisboa, a sua dinâmica e o impacto das mais de 70 apresentações públicas, permitiu o seu reconhecimento por diversas entidades, agentes e instituições ligados à música, ao ensino e à cultural, contribuindo de forma extraordinária para a autoestima das crianças e jovens, bem como para a motivação e envolvimento das suas famílias no sentido de se integrarem nas atividades da Orquestra.

 

Para o sucesso da Orquestra Geração Lisboa, a Câmara Municipal, contou com o apoio financeiro do QREN e do FEDER nos anos letivos 2011\2012 e 2012\2013 e do Ministério da Educação e Ciência que desde o ano letivo 2011\2012 partilha com a CML os encargos com os professores de música das escolas abrangidas pelo Programa. A Associação dos Amigos da EMCN assegura a coordenação pedagógica e a promoção das ações de integração com a comunidade.

 

 

Escola Básica Bairro do Armador

Eixo Prioritário 3 – “Coesão Social “

Medida: “Requalificação da Rede Escolar do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”

Designação da Operação: Centro Escolar do Bairro do Armador (Zona M de Chelas)

Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER000163

Data de Início da Operação: 25/06/2008

Data de Conclusão da Operação: 31/12/2011 

 

Custo Total: 2,786,457.17€

Custo Total Elegível: 2,699,931.73€

Comparticipação FEDER: 1,754,955.62€

Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 1,031,501.55€

 

Com a candidatura efetuada pela Câmara Municipal de Lisboa ao QREN da Escola Básica Bairro do Armador foi possível obter um cofinanciamento significativo para a construção de um Centro Escolar moderno e bem equipado numa área da Cidade de Lisboa onde subsistem grupos sociais pouco favorecidos, inserindo-se este projeto na medida “Requalificação da Rede Escolar de 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”, do Programa Operacional Regional de Lisboa.

A abertura do Centro Escolar do Bairro do Armador, estabelecimento que integra doze salas de aula de 1.º ciclo do ensino básico e seis salas de jardim-de-infância, com uma capacidade total de 288 alunos do 1.º ciclo e 150 crianças de pré-escolar, traduziu-se numa melhoria significativa de oferta pública de educação e de ensino da Cidade de Lisboa, numa área da cidade com elevada densidade residencial e onde, até então, as crianças tinham que percorrer distâncias significativas até aos equipamentos escolares mais próximos.

A disponibilização deste Centro Escolar veio contribuir de modo muito significativo para a melhoria dos percursos escolares das crianças que o frequentam. Nele se encontram disponíveis salas de aula bem equipadas, salas polivalentes, biblioteca/centro de recursos, cozinha e espaços de refeitório, para além de áreas de recreio diferenciadas para as crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico.
O Centro Escolar encontra-se ainda apetrechado com um campo de jogos e de um ginásio, que pela sua localização e características, possibilitam não só a sua frequência pelas crianças, como também a sua abertura à população em geral, o que se traduz numa melhoria da oferta de equipamentos mais especificamente no Bairro do Armador e, em termos mais genéricos, no Bairro de Chelas.

O equipamento apresenta um bom enquadramento urbanístico face à sua envolvente e a sua abertura teve consequências positivas em termos da dinâmica quotidiana do Bairro do Armador, dado que se trata de uma área predominante residencial. 

Descrição

  • Edifício novo
  • N.º salas de aula de 1º ciclo do ensino básico: 12
  • N.º salas de jardim de infância: 6
  • Capacidade total 1.º CEB: 288 crianças
  • Capacidade total pré-escolar: 150 crianças
  • N.º salas polivalentes: 3
  • Biblioteca/centro de recursos: 1
  • Cozinha e espaços de refeitório: 2
  • Áreas de recreio diferenciadas para as crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico
  • Campo de jogos
  • Ginásio

 

Data de inauguração da escola: 15 de setembro de 2009

 

 

Escola Básica Laranjeiras

Designação da Operação: Ampliação/Remodelação da EB1 das Laranjeiras n.º 120 e JI do Bairro de S. João

Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER000256

Data de Início da Operação: 19/11/2008

Data de Conclusão da Operação: 31/12/2011

 

Custo Total: 2,359,353.75€

Custo Total Elegível: 2,092,754.18€

Comparticipação FEDER: 1,360,290.22€

Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 999,063.53€

 

A Escola Básica das Laranjeiras é um centro escolar localizado na Freguesia de São Domingos de Benfica. Inicialmente tinha uma capacidade de seis salas de 1.º ciclo e duas salas de jardim-de-infância, funcionando em regime duplo para poder dar resposta à forte procura de 1.º ciclo. Este estabelecimento foi alvo de uma intervenção que comportou obras de ampliação e de grande remodelação. As obras de ampliação envolveram a construção de oito novas salas de aula do 1.º ciclo e de novas valências como a biblioteca, a sala multimédia, o novo polidesportivo descoberto, um segundo espaço de refeitório, balneários e novas instalações sanitárias.


A candidatura efetuada pela Câmara Municipal de Lisboa ao QREN/PORLisboa incidiu sobre as obras de ampliação e grande remodelação, tendo obtido financiamento FEDER para a remodelação das salas existentes, da substituição de coberturas, pavimentos e redes de infraestruturas no edifício original e requalificação dos espaços exteriores. No decorrer destas obras foi possível adaptar duas salas preexistentes para a valência de jardim-de-infância e criar um segundo espaço de ginásio.


A intervenção neste centro escolar contribuiu para uma melhoria significativa nas condições de oferta de valências e na capacidade existente, pondo fim ao regime duplo de funcionamento, numa área da cidade que regista carência na oferta de equipamentos de educação e ensino da rede pública. Tem atualmente uma capacidade total de 436 alunos, dos quais 100 são crianças de jardim de Infância e 336 de 1.º ciclo.

Descrição

  • Requalificação e ampliação
  • N.º salas de aula de 1º ciclo do ensino básico: 14
  • N.º salas de jardim de infância: 4 (2 não comparticipadas)
  • Capacidade total 1.º CEB: 336 crianças
  • Capacidade total pré-escolar: 100 crianças
  • N.º salas polivalentes: 1
  • Sala multimédia: 1
  • Biblioteca/centro de recursos: 1
  • Cozinha e espaços de refeitório: 1
  • Áreas de recreio
  • Polidesportivo descoberto
  • Campo de jogos
  • Ginásio

 

Data de inauguração da escola: A Escola retomou o seu funcionamento em 17 de dezembro de 2010.

Escola Básica nº 167 (Bairro Padre Cruz)

Designação atual da Escola: Escola Básica Professora Aida Vieira

Designação da Operação: Escola Básica do 1.º Ciclo n.º 167 (Bairro Padre Cruz)

Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER000269

Data de Início da Operação: 04/12/2008

Data de Conclusão da Operação: 31/12/2011

 

Custo Total: 3,121,290.88€

Custo Total Elegível: 2,303,941.37€

Comparticipação FEDER: 1,497,561.89€

Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 1,623,728.99€

 

A Escola Básica Professora Aida Vieira (ex-EB n.º 167), sita no Bairro Padre Cruz, Junta de Freguesia de Carnide, funcionava numa construção pré-fabricada, de carácter provisório, com doze salas de aula (capacidade para 288 alunos). A candidatura efetuada pela Câmara Municipal de Lisboa ao QREN/ Programa Operacional Regional de Lisboa visou demolir este pré-fabricado, obtendo cofinanciamento FEDER para o substituir por um edifício construído de raiz com dezasseis novas salas e capacidade para albergar um total de 384 alunos de 1.º ciclo. Este projeto permitiu eliminar um edifício de carácter provisório da rede pública de estabelecimentos de educação e ensino da cidade de Lisboa, inserindo-se plenamente num dos principais objetivos da medida “Requalificação da Rede Escolar de 1.º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”, do Programa Operacional Regional de Lisboa, que visa a eliminação de todos os edifícios de construção precária, nomeadamente pavilhões pré-fabricados.


Esta construção dispõe de refeitório, de forma a dar resposta a toda a população escolar do estabelecimento. O mesmo servirá também de espaço de convívio para os alunos, nomeadamente para ser utilizado quando se realizem festas de fim de ano e de final de períodos letivos. A cozinha, com espaços próprios para a conservação de alimentos, permite a confeção local das refeições, contribuindo desta forma para um incremento de qualidade das refeições disponibilizadas.


A biblioteca, onde funciona também um centro de recursos, é um espaço destinado a todos os alunos da Escola, sendo um local privilegiado de acesso à leitura e às novas tecnologias.


As duas salas polivalentes funcionam como salas de atividades, podendo ser utilizadas para um diverso conjunto de iniciativas.
As três salas de educação plástica têm ponto de água e esgoto, pelo que são adaptadas à execução de tarefas que exigem essas condições.


No exterior foi construído um campo de jogos em terra batida, com tabelas de basquetebol, e instalada uma parede de escalada.

Descrição

  • Edifício novo
  • N.º salas de aula de 1º ciclo do ensino básico: 16
  • Capacidade total 1.º CEB: 384 crianças
  • N.º salas polivalentes: 2
  • Nº salas de educação plástica: 3
  • Biblioteca/centro de recursos: 1
  • Cozinha e espaços de refeitório: 1
  • Campo de jogos

 

Data de inauguração da escola: 20 de setembro de 2010.

Escola Básica Galinheiras

Designação da Operação: Escola Básica das Galinheiras/Charneca – EB1 + JI

Código da Operação: LISBOA-03-0944-FEDER000774

Data de Início da Operação: 25/09/2009

Data de Conclusão da Operação: 25/03/2012

 

Custo Total: 2,848,427.78€

Custo Total Elegível: 1,849,979.10€

Comparticipação FEDER: 1,202,486.42€

Taxa de Comparticipação: 65% do Custo Total Elegível

Investimento Municipal: 1,645,941.36€

 

Anteriormente à abertura da Escola Básica das Galinheiras com Jardim de Infância, existia uma única Escola Básica nesta área da Cidade, a Escola Básica Maria da Luz de Deus Ramos (1.º Ciclo + JI), onde persistia o regime duplo de funcionamento, devido à elevada procura registada.

Com a candidatura efetuada pela Câmara Municipal de Lisboa ao QREN, foi possível eliminar o regime duplo de funcionamento, inserindo-se esta Operação num dos principais objetivos da medida “Requalificação da Rede Escolar de 1.º ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-Escolar”, do Programa Operacional Regional de Lisboa.

Com o surgimento do novo equipamento, a oferta escolar desta zona sofreu um notável incremento através da entrada em funcionamento de mais oito salas do 1.º ciclo do ensino básico e três salas de jardim-de-infância, mantendo-se igualmente a funcionar a Escola Básica Maria da Luz de Deus Ramos.

Após a abertura da Escola Básica das Galinheiras, parte das crianças moradoras nesta área da Cidade passaram a ter acesso a uma escola modernamente equipada com biblioteca/centro de recursos, sala polivalente, ginásio com balneários, sendo ainda de ressaltar o acesso a refeições confecionadas localmente e a bons espaços exteriores e de convívio, bem como a atividades letivas e de enriquecimento curricular que se desenvolvem a tempo inteiro, durante todo o dia na escola (9h-17h), com possibilidade de alargamento do horário da manhã – período de acolhimento – e da tarde, para as famílias que assim o requisitem.

Por outro lado, é de assinalar que a Escola Básica das Galinheiras constitui-se como um polo dinamizador do Bairro e da zona envolvente. As boas condições do equipamento propiciam a interação com a comunidade, em primeiro lugar com os pais, encarregados de educação e família alargada das crianças que frequentam o equipamento escolar, mas também em termos da utilização do espaço escolar, nomeadamente do ginásio, por grupos desportivos diferenciados, bem como por grupos de seniores.

Descrição

  • Edifício novo
  • N.º salas de aula de 1º ciclo do ensino básico: 8
  • N.º salas de jardim de infância: 3
  • Capacidade total 1.º CEB: 192 alunos
  • Capacidade total pré-escolar: 75 crianças
  • N.º salas polivalentes: 1
  • Biblioteca/centro de recursos: 1
  • Cozinha e espaços de refeitório: 1
  • Áreas de recreio diferenciadas para as crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico
  • Campo de jogos
  • Ginásio

 

Data de inauguração da escola: 8 de setembro de 2010.