GABIP's

Bairro da Boavista

No âmbito do Concurso a Programas Integrados de Criação de Eco-Bairros para a Área Metropolitana de Lisboa, no quadro da Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana inserida no QREN - Programa Operacional de Lisboa, foi aprovada em 11 de junho de 2010 a  candidatura Eco-Bairro Boavista Ambiente + - Um Modelo Integrado de Inovação Sustentável (1.1 MB)

Como os seguintes objetivos principais:

  1. Qualificação do ambiente urbano e dos fatores determinantes da qualidade de vida da população.
  2. Reforço da sustentabilidade ambiental através da promoção de eficiência energética dos edifícios e do espaço público.
  3. Indução de práticas de inovação social e ambiental envolvendo empresas, universidades, centros de investigação, entidades públicas e privadas e a comunidade local.
  4. Melhores comportamentos dos cidadãos, de uma forma geral, e em termos cívicos, sociais e ambientais, em particular.
  5. Reforço da atratividade do território do Bairro da Boavista.

Tornando-se necessária uma boa articulação entre os vários serviços camarários intervenientes, bem como Junta de Freguesia e representantes dos moradores foi criado um Grupo de Apoio aos Bairros de Intervenção Prioritária - GABIP Bº da Boavista que coordenará e implementará as várias ações.  (Despacho n.º 51/P/2011) (242 KB)

 

Bairro Padre Cruz

Com a aprovação da candidatura ao QREN, através do Programa "Parcerias para a Regeneração Urbana - Bairros Críticos",em 11 de agosto de 2009, pela Comissão Diretiva do POR Lisboa, no âmbito dos artigos 9.º e 11.º do Regulamento específico"Política das cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana", iniciou-se uma nova fase do processo envolvendo várias entidades.

Foi constituído o GABIP Padre Cruz - Grupo de Apoio ao Bairro de Intervenção Prioritária, criado pelo Despacho conjunto 118/P/2010, de 22 de abril de 2010 sendo o mesmo constituído por diversos parceiros intervenientes, incluindo os representantes dos moradores que acompanham e avaliam o processo de requalificação urbanística do bairro, nomeadamente o realojamento das famílias residentes em casas de alvenaria.

A primeira zona de intervenção, designada fase A0 abrangendo 44 agregados familiares já se encontra concluída. Foram efetuados realojamentos temporários em fogos municipais sitos no próprio Bairro. Após a demolição das casas devolutas o terreno liberto destina-se à construção do edifício de equipamentos e proximidade (creche, residências assistidas, centro de dia e serviço de apoio domiciliário). A fase designada por A1, envolvendo cerca de 60 alojamentos encontra-se em processo de realojamento, o que permitirá libertar o terreno para a construção futura de blocos habitacionais

Saiba mais sobre o GABIP do Bairro Padre Cruz Opens internal link in current windowaqui

AUGIS

A delimitação das Áreas Urbanas de Génese Ilegal - AUGI - foi aprovada pela Câmara Municipal de Lisboa em 2008.

As AUGIs integram a Carta do Programa BIP-ZIP que define os Bairros e Zonas de Intervenção Prioritárias, constituindo uma das quatro grandes tipologias de intervenção.

O Plano Diretor Municipal estabelece como prioridade de atuação a intervenção territorial das AUGIs com vista à reconversão destas áreas.

A coordenação das ações de planeamento com vista à reconversão das áreas degradadas de génese ilegal compete ao Departamento de Planeamento e Reabilitação Urbana em articulação com a Direção Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social, tornando-se necessária uma boa articulação entre os vários serviços camarários intervenientes, bem como com as Juntas de freguesia envolvidas, as Comissões de Administração conjuntas e os respetivos Moradores.

Assim, a fim de assegurar a boa execução das ações necessárias à implementação deste projeto foi criado o Gabinete de Apoio aos Bairros de Intervenção Prioritária em Áreas de Génese Ilegal - GABIP AUGIs - nos termos do  despacho nº 141/P/2011 de 5 de dezembro de 2011 (96 KB).

Nesta fase estão a ser desenvolvidas as ações e diligencias com vista á intervenção nos bairros do Alto do Chapeleiro e dos Sete Céus.