Cãosigo: intervenção assistida por animais

03, Dezembro 2019
Projeto destinado à intervenção assistida por animais ganhou pavilhão de trabalho em Alvalade.
  • Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade
    Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade
  • Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade
    Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade
  • Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade
    Abertura do pavilhão do projeto Cãosigo, no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência foi assinalado em Lisboa com a inauguração do pavilhão do projeto Cãosigo, localizado no Centro de Educação e Desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira, em Alvalade.

O pavilhão, doado pela Câmara Municipal de Lisboa, destina-se à intervenção assistida por animais que, atualmente, presta apoio à reabilitação de 33 crianças dos colégios da Casa Pia, mas que está aberto a outras crianças mediante candidatura.

Zoya, Djadja, e Luna são, por agora, as três cadelas do projeto Cãosigo. São cães de trabalho que funcionam como centro motivador para os educandos.

A inauguração contou com a presença do vereador Carlos Castro, da Câmara Municipal de Lisboa, do presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, José António Borges, e de Joaquina Franco, vice-presidente da Casa Pia de Lisboa.