Exercício de proteção civil em Monsanto

16, Julho 2019
O primeiro exercício de proteção civil foi realizado no Parque Florestal de Monsanto para testar a eficácia do Plano Operacional Municipal de Defesa da Floresta.

Um exercício de proteção civil no Parque Florestal de Monsanto foi realizado, pela primeira vez, no Parque Florestal de Monsanto com o objetivo de testar a eficácia do Plano Operacional Municipal de Defesa da Floresta, bem como a articulação dos diferentes agentes de proteção civil.

O exercício, que implicou a movimentação de diversas viaturas de socorro, teve como ponto de partida um foco de incêndio na Estrada do Barcal, que alastrou rapidamente a outros locais do parque, designadamente ao Parque Recreativo da Serafina onde foi necessário proceder à evacuação de grupos de crianças.

Este primeiro teste foi superado com sucesso e o fogo dominado graças à articulação dos vários agentes de proteção civil envolvidos. A ação faz parte de um vasto conjunto de medidas que a Câmara Municipal de Lisboa desenvolve no âmbito da proteção e segurança do Parque Florestal de Monsanto e nas quais investe anualmente quatro milhões de euros.

No simulacro participaram o Serviço Municipal de Protecção Civil, o Regimento de Sapadores Bombeiros, a Polícia Municipal, a Polícia de Segurança Pública, os Bombeiros Voluntários de Ajuda, Cabo Ruivo, Campo de Ourique, Lisboa, Beato e Lisbonenses, a BRISA, a EDP e a Direção Municipal de Estrutura Verde Ambiente e Energia.