Polícia Municipal em programa europeu com modelo de policiamento comunitário

Novembro 27, 2018

A Polícia Municipal de Lisboa participa no projeto Reduzir o Impacto do Crime - Cutting Crime Impact (CCI), um programa que pretende contribuir para o desenvolvimento de ferramentas de prevenção que ajudem as polícias e autoridades locais na prevenção e redução do impacto da pequena criminalidade e falta de civismo no quotidiano dos cidadãos.

O projeto, financiado pelo programa de pesquisa de segurança da Comissão Europeia Horizonte 2020, tem a duração de três anos e é coordenado pela Universidade de Salford (Reino Unido). Centra-se no desenvolvimento de ferramentas inovadoras nas áreas do policiamento comunitário, do policiamento preditivo, da prevenção criminal, da gestão de dados e da medição do sentimento de segurança, através do planeamento e gestão de projetos urbanos.  

A Polícia Municipal de Lisboa participa no CCI com a partilha do seu modelo de policiamento comunitário, um modelo inovador implementado na cidade que é planeado, executado e avaliado com a participação dos cidadãos e parceiros locais como as associações de moradores e de comerciantes, agrupamentos escolares, Gebalis, juntas de freguesia, organizações não governamentais, PSP, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, serviços municipais e outras organizações. 

O objetivo deste modelo centra-se na identificação e resolução conjunta de problemas de segurança a nível local, através de uma abordagem preventiva e participativa. Responsabilidade partilhada e cooperação na segurança local são princípios reconhecidos por polícia e parceiros, a organização policial incorpora os contributos da comunidade na sua estratégia de atuação. 

No projeto CCI a Polícia Municipal de Lisboa junta-se em parceria com a Universidade de Saldorf e a polícia da Área Metropolitana de Manchester, a Polícia Nacional dos Países Baixos, a consultora "DSP-Groep" e a Universidade de Groningen (Países Baixos), a Polícia e Guarda de Fronteira da Estónia, a Divisão Criminal da Polícia Alemã da Baixa Saxónia e o Instituto Alemão de Prevenção, o Departamento de Administração Interna do Governo da Catalunha (Espanha), o Forum Europeu de Segurança Urbana (França) e a Agência LOBA - Customer Experience Design (Portugal).