Pagina principal

Largo do Calvário / Largo das Fontainhas

LOCALIZAÇÃO DA ÁREA DE INTERVENÇÃO

Freguesia: Alcântara

Bairro: Calvário

A intervenção do Largo do Calvário, incluindo o Largo das Fontainhas, é limitada: a Norte pelo cruzamento da Rua José Dias Coelho com a Rua dos Lusíadas, a Sul pelo Largo das Fontainhas / Rua da Cozinha Económica / Rua Rodrigues Faria / Travessa Teixeira Júnior, a Nascente pela Rua das Fontainhas e Rua Fradesso da Silveira, e a Poente pela Rua 1º de Maio. 

Início Obra: 7 de dezembro de 2016
Obra Concluída em outubro de 2017
Empreiteiro: Armando Cunha SA

Percursos Alternativos


Calçada da Tapada para a Avenida 24 de Julho opte pela Avenida da Ponte / Rua de Cascais / Avenida da Índia



Avenida 24 de Julho para o Alto de Santo Amaro / Ajuda opte pela Avenida da Índia / Rua da Junqueira



Rua da Junqueira para a Avenida de Ceuta opte pela Avenida da Índia

Objetivos

  • Criar novas áreas de lazer no largo do Calvário com mais árvores, novo mobiliário urbano e reforço da iluminação pública; que convidem à sua utilização como local de permanência e convivência social;
  • Libertar áreas para maior e melhor circulação de peões, confortáveis e seguras, que privilegiem as deslocações mais sustentáveis, em marcha a pé e de transportes públicos;
  • Melhorar as condições de acessibilidade e de mobilidade, disciplinando o tráfego rodoviário, através de um novo traçado viário e do reordenamento do estacionamento;
  • Repor o chafariz outrora existente no Largo do Calvário;
  • Criar um novo Largo das Fontainhas, com mais árvores e zonas de lazer.

O concurso de empreitada para a requalificação do espaço público do Largo do Calvário foi aprovado em Reunião de Câmara do dia 28 de outubro de 2015 (Proposta n.º 619/2015). A adjudicação da empreitada foi aprovada na Reunião de Câmara de 27 de julho de 2016 (Proposta n.º 445/2016).

Na sequência da aprovação do programa UMA PRAÇA EM CADA BAIRRO, em reunião de Câmara de 28 de maio de 2014, passou-se para uma fase de recolha de contributos por parte da população mais diretamente ligada aos locais de intervenção.

Com o processo de participação pretendeu-se obter, por parte dos cidadãos, uma avaliação sobre diferentes questões pertinentes na vivência do espaço público e que têm implicações tanto na concretização do desenho urbano como na definição de prioridades de requalificação em cada praça, obter um diagnóstico da situação existente, recolher ideias e sugestões para a zona, apoiar a definição das prioridades de intervenção e integrar nos projetos os resultados em desenvolvimento. 

Através da plataforma digital do sítio da CML, foram submetidas diversas participações on-line para o Largo do Calvário, incluindo Largo das Fontainhas. Esta fase de participação decorreu entre novembro e dezembro de 2014, tendo sido também realizadas duas sessões públicas no Auditório da Junta de Freguesia de Alcântara.

A  1ª sessão decorreu no dia 14 de novembro de 2014, com o objetivo de ouvir a população sobre os problemas e as sugestões que identificam para a área de intervenção. 

A  2ª sessão pública realizou-se no dia 16 de março de 2015, tendo sido apresentadas as intenções de intervenção face às questões levantadas na 1ª Sessão Pública, posteriormente avaliadas e compatibilizadas com as questões técnicas inerentes a este tipo de projetos.

Da análise das preocupações e sugestões apresentadas, salientam-se as seguintes:

ARTICULAÇÃO COM A ENVOLVENTE

Pensar no tráfego numa área mais alargada, nomeadamente até ao acesso à ponte;

Saída da Lx Factory pela Av. da Índia para atenuar os problemas de circulação e congestionamento na zona;

Avaliar a possibilidade das ruas Fradesso da Silveira e da Rua de Alcântara serem exclusivas a transportes colectivos;

Pensar no estacionamento para moradores na Rua Rodrigues de Faria;

Evitar que a requalificação de uma área não venha agravar as condições e poluição de outras ruas;

Requalificar o Largo Teixeira Júnior.

ESPAÇO PARA O PEÃO

Humanizar mais a praça tornando o local atractivo para o peão;

Libertar o largo de local de transbordo, aumentar o espaço do peão, colocar bancos; 

Criar áreas verdes e colocar árvores, deixando o largo “respirar melhor”;

Recolocar o fontanário no Largo do Calvário;

Prioridade para o transporte público e peões;

Alargar passeiros e aumentar a ilha do centro da praça; 

Colocar passadeiras em locais estratégicos e lógicos.

CIRCULAÇÃO E MOBILIDADE

Proibir trânsito automóvel;

Estudar a possibilidade de 2 sentidos de trânsito na Rua da Cozinha Económica / Rua José Dias Coelho;

Estudar uma estrutura de travessia de bicicletas e peão;

Vias demasiado largas e passeios demasiado estreitos e residuais.

TRANSPORTES

Reduzir a circulação automóvel / criar Zonas 30;

Dar prioridade ao peão, transporte público e bicicleta;

Ordenamento de interface-paragens dos transportes públicos;

Repensar o eléctrico 18; o eléctrico é agente de urbanização e move dinâmicas urbanas com impacto positivo, pode ser partilhado com o peão.

OUTRAS SUGESTÕES E QUESTÕES

Criar uma zona urbana integrada com comércio, residencial, cultural e mais funções - cafés quiosque no centro da praça;

Alerta para problemas de ruído - esplanadas sim, mas não as que trazem bares e discotecas;

Aumento de policiamento;

Análise custo-benefício, antevendo situações futuras;

Ter em consideração os problemas das cheias usando materiais mais permeáveis;

Espaço Público: pedonalização do espaço atualmente viário fronteiro ao edificado Sul do Largo do Calvário, condicionando o seu acesso apenas a cargas e descargas e veículos de emergência;

Criação de um pavimento único que permita garantir uma imagem homogénea dos espaços, regrando as circulações tanto ao nível de transporte individual como coletivo;

Introdução de arborização como forma de aumentar o conforto urbano dos novos espaços de estadia;

Reposição do Fontanário anteriormente existente no Largo, que se encontra no largo da Travessa Teixeira Júnior;

Articulação com a CARRIS de modo a mudar o terminal da carreira 720 do Largo das Fontainhas para as instalações da CARRIS na Rua 1.º de Maio;

Pedonalização neste largo dos espaço contido entre a Rua Fradesso da Silveira e Rua da Cozinha Económica, formalizando ao nível do espaço público o quarteirão formado por estes arruamentos;

Estudo Urbano: estudo de fachadas do edificado envolvente com definição de cérceas, matérias e paleta de cores;

Economia e Inovação:
desenvolvimento de iniciativas pela CML/JFA de modo a fomentar estas duas Praças como o espaço aglutinador da freguesia através da sua posição estratégica em relação à LX Factory e futura área Outlet Alcântara.

Forças Fraquezas
Frente de comércio no Largo do Calvário;

Existência de Serviços Públicos e praça de táxis;

Espaço intermodal (autocarro, elétrico e táxis);Proximidade às linhas férreas de Cascais e de cintura;

Frentes de património edificado classificado;Via Histórica de saída da cidade;
Passeio de reduzidas dimensões e poucos elementos arbóreos presentes.

Mau estado de conservação do edificado;

Excesso de área de circulação viária;

Interface de transportes desorganizado e distribuído pelos dois Largos;

Oportunidades Ameaças
Saída da Esquadra da PSP;

Programa de apoio à requalificação urbana;

Regeneração da estrutura comercial dos Largos
Saída da Esquadra da PSP