Pagina principal

Rua da Centieira

LOCALIZAÇÃO DA ÁREA DE INTERVENÇÃO

Freguesia: PARQUE DAS NAÇÕES 

Bairro: SANTA ISABEL

A Rua da Centiera localiza-se na freguesia do Parque das Nações, genericamente circunscrita a norte pela Av. de Pádua e a sul/poente pela Av. Infante Dom Henrique.

A intervenção abrange todo o espaço público do arruamento, bem delimitado pelas suas frentes edificadas habitacionais a nascente e poente, conjuntamente com os edifícios isolados de armazenagem e escritórios a sul que rematam a rua, no seu segmento transversal à Av. Infante Dom Henrique.

Área de intervenção aproximada: 4.440 M². 

Início Obra: 30 de janeiro 2017

Obra concluída (setembro de 2017)

Empreiteiro: Luís Frazão/ XIX – Diversos Locais

 

 

Objetivos

  • Melhorar as condições de acessibilidade e circulação de peões, através da introdução de pavimento confortável e nivelado com a via;
  • Melhorara a segurança com a introdução de piso tátil em zonas de passagem de peões;
  • Dar uma característica e imagem própria à Rua da Centieira, destacando-a da envolvente, através dos pavimentos e materiais;
  • Introduzir nova iluminação publica ao longo da rua;
  • Regular o trânsito e reordenar o estacionamento;
  • Criar pequenas zonas de lazer, com bancos e floreiras, junto aos espaços de restauração e de convívio;
  • Ligar a Rua da Centieira ao jardim projetado, a construir na bolsa de terreno junto à Avenida de Pádua;
  • Melhorar as infraestruturas de abastecimento de eletricidade e de telecomunicações, garantindo, sempre que possível, o enterramento de cabos que se encontram em fachadas e a anulação de postes e sistemas aéreos.

Na sequência da aprovação do programa UMA PRAÇA EM CADA BAIRRO, em reunião de Câmara de 28 de maio de 2014, passou-se para uma fase de recolha de contributos por parte da população mais diretamente ligada aos locais de intervenção.

Com o processo de participação pretendeu-se obter, por parte dos cidadãos, uma avaliação sobre diferentes questões pertinentes na vivência do espaço público e que têm implicações tanto na concretização do desenho urbano como na definição de prioridades de requalificação em cada praça, obter um diagnóstico da situação existente, recolher ideias e sugestões para a zona, apoiar a definição das prioridades de intervenção e integrar nos projectos os resultados em desenvolvimento. 

Desta forma, foram registadas Online participações dos cidadãos para a Rua da Centieira, durante os meses de março e abril de 2015, através da respetiva plataforma digital de participação da CML.

Da análise das preocupações e sugestões apresentadas e a considerar no desenvolvimento do programa preliminar, salientam-se as seguintes:

CIRCULAÇÃO AUTOMÓVEL

Restringir o acesso a automóveis;

Implementar outras soluções para o estacionamento de automóveis.

CIRCULAÇÃO PEDONAL

Fazer desta rua uma zona mais pedonal, aumentando a calçada mas mantendo a possibilidade de passagem de automóveis;

Alargamento da dimensão pedonal da rua.

ESPAÇO PARA ESTAR/LAZER

Não existe equipamento ou mobiliário urbano na rua;

Não existem parques infantis ou recintos desportivos ou jardins, na zona;

Instalar um espaço de jogos, para patins e skate, e parque infantil;

Colocar árvores e iluminação;

Implementar um largo ou praceta com espaços verdes, bancos e área para receber actividades de dinamização de rua e de lazer.

OUTRAS SUGESTÕES E QUESTÕES

Elevar o espírito de bairro e o comércio de rua;

Sugere-se estabelecer uma “História de Lisboa a Oriente”, baseada num conjunto de marcos importantes que ocorreram na zona, dos quais, a comunidade da Rua da Centieira foi testemunha ao longo das décadas.

Espaço Público: criação de um plano único no pavimento, com demarcação de alguns lugares de moradores; condicionar o trânsito apenas a moradores e trânsito local;

Estudo Urbano: elaborar um estudo de cérceas e estudo de fachadas para a rua, que através de uma nova paleta de cores permita uma identificação própria da Praça;

Economia e Inovação: programa de apoio à reabilitação dos imóveis situados na rua; implementação de uma estratégia que permita criar uma diferenciação da rua em termos de oferta e reforce a sua centralidade simbólica da freguesia;



 

Forças Fraquezas

Boas acessibilidades rodoviárias na proximidade;

Via Histórica de saída de Lisboa;

Falta de uniformização no pavimento rodoviário e em mau estado de conservação;

Edificado em mau estado de conservação;

Oportunidades Ameaças

Criar uma centralidade histórica na nova freguesia do Parque das Nações, numa rua que mantém o espírito de lugar inalterável;

Integra o Plano de Urbanização da Área Envolvente à Estação do Oriente (em elaboração);

Não adesão dos proprietários;

Estado de conservação e adulteração arquitetónica de alguns imóveis;