2017

O Júri do Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura do ano 2017 foi constituído pelos seguintes elementos: a Vereadora do Pelouro da Cultura, Dra. Catarina Vaz Pinto em representação do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. Fernando Medina; o Diretor Municipal de Urbanismo, Arquiteto Jorge Catarino Tavares, como Comissário Técnico-Científico e sem direito a voto, em representação do Vereador do Pelouro do Urbanismo, Arquiteto Manuel Salgado; a personalidade nomeada pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Arquiteto Alberto Souza Oliveira; o representante da Academia Nacional das Belas Artes, Arquiteto Francisco Berger; o representante da Ordem dos Arquitetos, Arquiteto Cândido Chuva Gomes; o representante da Faculdade de Arquitetura/ Universidade de Lisboa, Arquiteto João Pardal Monteiro.

O Júri analisou para este ano um total de 225 obras. Por deliberação do referido Júri, foram premiadas, por unanimidade e por maioria respetivamente, as seguintes obras:

Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura de 2017 (ex aequo)

Construção do Edifício Sede da EDP, situado na Avenida Vinte e Quatro de Julho 12, Freguesia da Misericórdia, com projeto dos Arquitetos Manuel Aires Mateus e Francisco Aires Mateus e tendo como promotor a EDP – Energias de Portugal.
   
Construção do Terminal de Cruzeiros de Lisboa, situado na Avenida Infante Dom Henrique, Freguesia de Santa Maria Maior, com projeto do Arquiteto João Luís Carrilho da Graça e tendo como promotores a LCP – Lisbon Cruise Port  e  a APL – Administração do Porto de Lisboa.
 
Por deliberação do referido Júri foram atribuídas por maioria as seguintes Menções Honrosas do Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura 2017 (ex aequo):

Alteração do Palacete de Santa Catarina, situado na Rua de Santa Catarina 1, Freguesia da Misericórdia, com projeto da Arquiteta Teresa Nunes da Ponte e tendo como promotor a empresa Eijrond Beheer B.V. – sucursal em Portugal.
 
Construção do edifício Lisbon Stone Block, situado na Avenida Defensores de Chaves 67, Freguesia de Avenidas Novas, com projeto do Arquiteto Alberto de Souza Oliveira e promoção de Imoproperty - Fundo Especial de Investimento Imobiliário.
   
Alteração de edifício para Casa em Alfama, situada no Largo do Outeirinho da Amendoeira 2-5, Freguesia de São Vicente, com projeto do Arquiteto Pedro Matos Gameiro e com promoção do Engenheiro João Paulo Gonçalves Silva Cardoso.

Recuperação e valorização do Largo de Santos e vias adjacentes, Freguesia da Estrela, com projeto dos Arquitetos João Almeida e Luís Torgal, e do Arquiteto Paisagista Victor Beiramar Diniz, tendo como promotor a Câmara Municipal de Lisboa.

Edifício Sede da EDP na Avenida 24 de julho (© AMA; © Juan Rodriguez; © Juan Rodriguez)
Edifício Sede da EDP na Avenida 24 de julho (© AMA; © Juan Rodriguez; © Juan Rodriguez)
Edifício Sede da EDP na Avenida 24 de julho (© AMA; © Juan Rodriguez; © Juan Rodriguez)
Terminal de Cruzeiros na Avenida Infante Dom Henrique (© FG+SG; © FG+SG; © Rita Burmester)
Terminal de Cruzeiros na Avenida Infante Dom Henrique (© FG+SG; © FG+SG; © Rita Burmester)
Palacete de Santa Catarina na Rua de Santa Catarina (© Paulo Carvalho; © FG+SG)
Palacete de Santa Catarina na Rua de Santa Catarina (© Paulo Carvalho; © FG+SG)
Edifício Lisbon Stone Block na Avenida Defensores de Chaves / Avenida Visconde de Valmor (© Nelson Garrido; © Nelson Garrido)
Edifício Lisbon Stone Block na Avenida Defensores de Chaves / Avenida Visconde de Valmor (© Nelson Garrido; © Nelson Garrido)
Casa em Alfama no Largo do Outeirinho da Amendoeira (© Ana Santos; © Daniel Malhão)
Casa em Alfama no Largo do Outeirinho da Amendoeira (© Ana Santos; © Daniel Malhão)
Largo de Santos e vias adjacentes (© FG+SG)
Largo de Santos e vias adjacentes (© FG+SG).