1967 - Cheias

Na madrugada de 25 para 26 de novembro de 1967 toda a região de Lisboa, incluindo os concelhos limítrofes nas duas margens do Tejo, foram palco de fortes chuvadas que provocaram cheias de que resultaram mais de 300 mortos, milhares de desalojados, e inúmeras habitações destruídas.

Fruto de uma depressão meteorológica que percorreu todo o Vale do Tejo, as suas consequências fizeram-se sentir sobretudo nos concelhos de Loures e de Vila Franca de Xira. Na estação meteorológica da Gago Coutinho foram registados 115.6mm de precipitação num período de apenas 24 horas.

Os pedidos de socorro feitos ao Regimento de Sapadores Bombeiros no concelho de Lisboa estão ilustrados no mapa elaborado pelo Departamento de Proteção Civil, a partir dos registos da época.

A cobertura noticiosa aqui reproduzida foi publicada no Século Ilustrado.