Freguesia do Parque das Nações

Parque das Nações foi a designação dada ao bairro surgido na antiga Zona de Intervenção da Expo, que inclui o local onde foi realizada a Exposição Mundial de 1998 e todas as áreas que estiveram sob administração da ParqueExpo.

Esta área tornou-se, entretanto, um centro de atividades culturais e um novo bairro da cidade. Criada pela anexação de parte da antiga freguesia de Santa Maria dos Olivais e de uma área das freguesias de Moscavide e Sacavém, esta nova freguesia nasce num espaço que acolheu a Exposição Universal de Lisboa de 1998, com o tema “Os oceanos: um património para o futuro”. Com uma área de 5 km de frente de rio, requalificada para acolher a Expo’98, este era um território industrial em acentuado declínio, que começou a desenvolver-se a partir de 1940, com a instalação da fábrica de gás, matadouro, fábrica de material de guerra, refinaria da Sacor ea doca dos Olivais, destinada à atracagem de hidroaviões.

A freguesia do Parque das Nações agrega parte da antiga freguesia de Santa Maria dos Olivais e uma área, desanexada do Concelho de Loures, das freguesias de Moscavide e Sacavém.

Dados Gerais

• Área: 4,15km2

• População (2011): 21.025

• Eleitores (2012): *

• Alojamentos (2011): 11.527

*(Não é possível apurar dados com base nas freguesias existentes em 2012)

Notícias

Nov 21, 2017

Lisboa homenageia General José San Martin

Foi inaugurado, dia 21 de novembro, na Rotunda República Argentina junto ao Parque das Nações, o... saber mais...

Nov 06, 2017

Estão abertas as portas da Web Summit 2017

É a maior conferência de empreendedorismo tecnologia e inovação da Europa, e arrancou hoje em... saber mais...

Eventos

Nov 23, 2017

Natal em Lisboa | Programação em espaço público

O objetivo é provocar encontros entre todos os que vivem a cidade e na cidade tendo a música como... saber mais...

Nov 22, 2017

"O Lago dos Cisnes" pela Companhia Nacional de Bailado

Reposição do grande clássico da história da dança, versão coreografada por Fernando Duarte, com... saber mais...