Início » Viver » Urbanismo » Planeamento Urbano » Plano Diretor Municipal » PDM em Vigor » Estudos de Caracterização » Orientações Climáticas para o Ordenamento

Orientações Climáticas para o Ordenamento

A presença da informação climática na primeira geração de Planos Diretores Municipais limitava-se à inclusão de alguns valores médios referentes às condições climáticas regionais (Alcoforado e Vieira, 2004). No caso de Lisboa, raras são as referências às particularidades do clima urbano. Na nova geração de PDMs, serão reforçadas as preocupações ambientais, com níveis de exigência claramente superiores.

Com este trabalho, pretende contribuir‑se para aprofundar a temática climática no novo PDM de Lisboa, fornecendo informação relevante e de escala adequada para a melhoria do ambiente da cidade.

Os estudos sobre o clima de Lisboa, levados a cabo na última década e a análise de numerosos estudos de climatologia urbana aplicada levou à conclusão de que, nesta cidade, seria necessário promover condições de ventilação adequadas e mitigar a ilha de calor urbano para o favorecimento da qualidade do ar, do conforto bioclimático e da saúde. As medidas a tomar para cumprir estes objetivos variam espacialmente. Assim, apresenta-se um mapa das orientações climáticas para a implementação dos objetivos referidos, onde estão delimitadas as áreas para as quais se apresentam orientações para o planeamento urbano. Este mapa baseou-se num outro, em que se delimitaram áreas de semelhante morfologia urbana e posição topográfica, instrumento essencial para a especialização das orientações climáticas.


Um exemplo de estudo climático para o ordenamento a uma escala de maior detalhe (microclimática) foi levado a cabo para o bairro de Telheiras.

 (Download PDF) (1.5 MB)

Centro de Estudos Geográficos. Universidade de Lisboa

M.J. Alcoforado;
H. Andrade;
A. Lopes;
J. Vasconcelos;
Rute Vieira

Departamento de Planeamento Estratégico (DPE)