Início » Viver » Urbanismo » Prémios » Prémio Manuel da Maia de Engenharia

Prémio Manuel da Maia de Engenharia

Em homenagem ao “Engenheiro Mor do Reino”, autor dos mais ambiciosos projetos de engenharia da sua época, como o Aqueduto da Águas Livres, e responsável, entre outros importantes legados, pela coordenação da reconstrução da cidade de Lisboa sob o Plano Geral de Reconstrução da Baixa Lisboeta, após o terramoto de 1755, surge o Prémio Manuel da Maia de Engenharia.

Estabelecido na sequência de uma proposta da Ordem dos Engenheiros, no sentido de atribuição de um prémio anual para a melhor obra ou outro trabalho relevante na cidade, do ponto de vista do projeto de Engenharia, pois apesar da sua enorme relevância na vida das pessoas e da cidade, não está instituído qualquer prémio a nível municipal.

Assim sendo, a Câmara Municipal de Lisboa e a Ordem dos Engenheiros decidiram instituir, em conjunto, o PRÉMIO MANUEL DA MAIA DE ENGENHARIA e a 14 de maio de 2011 foi celebrado o Acordo para a instituição do Prémio.

O Prémio Manuel da Maia de Engenharia tem como objetivo promover e incentivar a qualidade da engenharia e da segurança de pessoas e bens, nos edifícios, pontes, túneis, viadutos, obras de hidráulica, de melhoria e preservação ambiental, ou quaisquer outras obras ou trabalhos com relevante componente de engenharia, no âmbito das especialidades e especializações reconhecidas pela Ordem dos Engenheiros.

Destina-se a premiar trabalhos de qualidade em engenharia quer na área da conceção quer na de execução, que se notabilizem em, pelo menos, um dos seguintes aspetos: (i) inovação na conceção; (ii) inovação nos materiais utilizados; (iii) inovação nas tecnologias aplicadas; (iv) respeito pelo ambiente e envolvente urbana; (v) impacto na segurança de pessoas e bens; (vi) melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Poderão ser candidatadas as obras de engenharia cuja conclusão dos trabalhos, ou da respetiva licença de utilização, se verificou no ano a que se refere o prémio. As candidaturas poderão ser apresentadas pelos proprietários e pelos autores dos projetos de engenharia. Poderão ainda ser propostas candidaturas pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Ordem dos Engenheiros, de trabalhos de Engenharia realizados na cidade de Lisboa, que julgarem merecedores de concorrerem ao Prémio.

O Prémio será atribuído ao autor do projeto de Engenharia premiado e será atribuída uma Menção honrosa ao proprietário do edifício a que se refere o projeto premiado.

Além do Prémio, o Júri poderá decidir da atribuição de até mais duas Menções Honrosas, a Engenheiros autores de projetos das obras apuradas em mérito absoluto que o justifiquem em virtude da sua especial qualidade.

A lista dos trabalhos selecionados para apreciação do Júri será publicada nos sítios na internet da Câmara Municipal de Lisboa e da Ordem dos Engenheiros até 31 de março de cada ano, com uma memória descritiva resumida de cada um dos trabalhos selecionados.

 Regulamento (2.9 MB)